Prefeitura quer apoio de iniciativa privada para expandir Wi-Fi gratuito em SP

Por Redação | 30 de Setembro de 2014 às 16h35

A iniciativa privada pode ser uma alternativa para expandir o alcance das redes Wi-Fi gratuitas na capital paulista, estuda a prefeitura de São Paulo. Dessa forma, as empresas iriam se responsabilizar pela instalação e manutenção dos pontos de sinal aberto de internet na cidade, enquanto receberia, como troca, o direito de veicular publicidade nos aparelhos que acessassem a rede. As informações são do site Meio e Mensagem.

O modelo, que já é usado em larga escala em outros países, seria uma das opções para ampliar os pontos de Wi-Fi gratuito em São Paulo. O objetivo é favorecer o serviço principalmente em praças e parques, onde cerca de cinco mil pontos já estão instalados. Atualmente, pouco mais de 50 deles possuem acesso à internet gratuita. O custo de manutenção para cada ponto seria de, em média, R$ 7 mil.

O edital para as empresas que desejam participar deve ser lançado em 2015, mas a prefeitura já estuda estratégias para viabilizar a implantação das redes. Uma possível condição do edital, por exemplo, será que as empresas que desejarem se responsabilizar por pontos de Wi-Fi disputados, como o Parque do Ibirapuera, terão que, em contrapartida, aceitar assumir alguns pontos em regiões da periferia.

A internet gratuita pela cidade não deve ser exclusividade de áreas como parques e praças. A expectativa é que novas zonas de Wi-Fi sejam instaladas em ônibus e estações de metrô da cidade. Atualmente, 34 ônibus, de um total de 15 mil veículos, que operam na cidade já receberam a internet gratuita. Nos metrôs, a previsão é que em 2015 o acesso sem fios esteja disponível em 75 pontos.

Fonte: http://www.meioemensagem.com.br/home/midia/noticias/2014/09/29/SP-quer-expandir-Wi-Fi-com-modelo-publicitario.html

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.