Porta dos Fundos deve fechar primeiro ano com faturamento de R$ 3 milhões

Por Redação | 29.07.2013 às 12:24

O canal de humor no YouTube Porta dos Fundos deve fechar seu primeiro ano, no dia 6 de agosto, com faturamento na casa dos R$ 3 milhões, como informa matéria do colunista Nelson de Sá no jornal A Folha de S. Paulo. Atualmente, o canal é tido como a principal prova do próprio YouTube de que vídeos na internet também são capazes de apresentar rendimentos.

Um dos cinco sócios do Porta dos Fundos, Antonio Pedro Tabet, afirma que desde o começo o objetivo do canal era "fazer, na internet algo que gostaríamos de fazer na TV, mas não tínhamos espaço". Tabet afirma que eles sempre acreditaram que o canal fosse dar algum retorno, mesmo que pequeno, devido à promoção do conteúdo no blog KibeLoco e "porque confiávamos no nosso trabalho".

Mesmo com uma relação próxima atualmente com o YouTube e seu proprietário, o Google, com muitas ações do Porta dos Fundos sendo elogiadas pela companhia, os donos do canal tinham planos de criar sua própria plataforma de vídeos, em um modelo parecido com o norte-americano Funny or Die. O principal motivo é que o YouTube fica com 45% dos anúncios em banners e no 'True View', que são os vídeos comerciais de cinco segundos que rodam antes dos vídeos.

"Antes a gente não era parceiro do YouTube", afirmou à reportagem João Vicente de Castro, um dos sócios do Porta dos Fundos e responsável pelo setor comercial do canal. "Hoje a relação é bem estreita. E a gente, por enquanto, está feliz lá. [A plataforma própria] não é um projeto para agora".