Pessoas de má-fé querem denegrir o Marco Civil, afirma Dilma Rousseff

Por Redação | 26 de Abril de 2014 às 15h59
photo_camera Divulgação

Aprovado pela presidente Dilma Rousseff na última quarta-feira (23), o Marco Civil da Internet ainda é motivo de debate entre vários usuários nas redes sociais. Uma pesquisa da empresa de comunicações Burson-Marsteller constatou que 69% dos internautas apoiam a nova lei. Pelo Twitter, o índice de aprovação chega a 92%, mas pelo YouTube e Facebook a porcentagem de pessoas favoráveis é bem menor – 4% e 23%, respectivamente.

Agora, uma nova ação tem feito muita gente acreditar que a sanção do projeto está causando a censura na internet. De acordo com a página da presidente Dilma no Facebook, usuários mal-intencionados estão usando o Marco Civil para propagar a seguinte mensagem nas redes sociais: "[Comentário removido pelo governo brasileiro, pois foi considerado ofensivo, conforme determina o Marco Civil da Internet]. Segundo Dilma, o post é falso e 'fantasioso'".

"Pessoas de má-fé têm utilizado desses expedientes para tentar confundir os brasileiros sobre o real objetivo do #MarcoCivil e seus benefícios. A nova regra não resultou em censura, mas em democratização, universalização e maior liberdade de expressão na internet no Brasil", comentou a presidente. Ainda não se sabe quem são os responsáveis pela divulgação da falsa mensagem.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Facebook - DIlma Rousseff

Falsa mensagem diz que governo removeu post do usuário por causa do Marco Civil. (Foto: Facebook Dilma Rousseff)

O Marco Civil da Internet no Brasil reúne as leis básicas que definem os princípios, garantias, direitos e deveres para quem usa internet no país. A partir de agora, os mais de 100 milhões de brasileiros que acessam a web, além de empresas nacionais e estrangeiras que fornecem serviços de redes e aplicações para outras pessoas, serão regidos por essa nova Constituição. O projeto transitou por quase três anos na Câmara dos Deputados e só seguiu para o Senado em março deste ano, quando levou menos de um mês até ser sancionado por Dilma.

A presidente ainda lembra que o texto oficial já está disponível no site do Planalto. Para quem ainda tem dúvidas sobre o que vai mudar a partir de junho, quando a lei entrará em vigor, basta acessar nosso guia que detalha os principais fundamentos do Marco Civil da Internet.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.