Pesquisa mostra que Bing retorna mais sites maliciosos do que o Google

Por Redação | 12.04.2013 às 20:08

O Google já anunciou que detecta quase 10 mil sites maliciosos a cada dia em seu motor de buscas, mas, mesmo com todas as medidas para proteger os usuários contra trojans, ainda existem alguns que conseguem vazar de vez em quando.

Um laboratório independente na Alemanha chamado AV-Test concluiu uma pesquisa de 18 meses para descobrir quais motores de busca retornam mais sites maliciosos em suas pesquisas.

O laboratório testou 40 milhões de sites em sete motores de busca: Google e Bing, os dois mais populares; Yandex, o maior da Rússia; Blekko; Faroo; Teoma, mais conhecido como Ask.com; e o chinês Baidu. O resultado foi um número muito pequeno de links maliciosos: cerca de 5 mil, ou em torno de 0,000125%.

O Google e o Bing tiveram cerca de 10 milhões de sites testados, e foram os melhores em remover as "ervas daninhas" de seus resultados de pesquisa. Porém, é importante ressaltar que houve uma diferença bem grande entre os dois motores: o Bing retornou 1.285 sites maliciosos, enquanto o Google trouxe apenas 272.

Motores de busca e malwares