Pesquisa da Netflix aponta que a banda larga brasileira é melhor que a dos EUA

Por Redação | 11.02.2014 às 16:58

Pela primeira vez, o Brasil entrou no ranking de avaliação de banda larga da Netflix. O serviço de filmes e séries online publica mensalmente a sua medição de redes, indicando o status de serviço em alguns dos países em que a marca atua.

A surpresa veio na constatação da velocidade média de conexões: a média brasileira é de 2,08 Mbps, o que deixa o país acima de diversos outros, como a Irlanda (1,82 Mbps), Argentina (1,6 Mbps), México (1,76 Mbps) e Colômbia (1,91 Mbps). Nos Estados Unidos, a média também fica bem abaixo da brasileira: por lá, foi registrado 1,78 Mbps.

Já individualmente, os Estados Unidos desbancaram o resto do mundo com a maior velocidade de banda registrada: foram 3,78 Mbps. O país empatou com o Chile na velocidade mais baixa, ambos com o registro de 0,97 Mbps, número muito abaixo dos identificados de outros países.

netflix

No Brasil, a maior velocidade registrada foi de 2,85 Mbps, pela GVT. E a velocidade mais baixa foi a de 1,36 Mbps, da Oi VELOX. O ranking no país traz a Live TIM em segundo lugar, a NET Virtua em terceiro, a Algar em quarto e a Telefônica em quinto.