Papa Francisco não está contente com a forma como adolescentes usam a web

Por Redação | 08.08.2014 às 09:15
photo_camera UOL

O Papa Francisco não está muito contente com o modo como os jovens vêm gastando seu tempo. Para o pontífice, eles "gastam muitas horas fazendo coisas fúteis", que acabam os distraindo "do que realmente é importante". Parece que o religioso decidiu mesmo atirar a primeira pedra e fez algumas revelações, contando o que pensa da tecnologia ao Daily Mail. Segundo o jornal, o Papa acha que bater papo na internet, usar smartphones para matar o tempo e assistir a novelas na TV são uma tremenda perda de tempo.

O pontífice se mostra desapontado com o uso da tecnologia na mão de crianças e adolescentes, mas utiliza constantemente as mídias sociais e a internet. Por exemplo, uma de suas várias contas no Twitter já bate os quase 4,5 milhões de seguidores (@Pontifex), muito embora Sua Santidade não pareça saber interagir muito bem com seus seguidores (ele nunca responde a um tweet, por exemplo).

Durante um discurso realizado para 50 mil jovens servos, que estão participando de uma peregrinação para Roma, o Papa Francisco afirmou que "nossa vida é feita de tempo, e tempo é um presente de Deus, portanto é importante que seja usado em boas ações". Para ele, os jovens seguidores da tecnologia praticam atividades que "simplificam e melhoram sua qualidade de vida, mas distraem sua atenção do que realmente importa".

Contradição

Ainda de acordo com o jornal, o pontífice declarou em janeiro que a internet era um "presente de Deus", já que unia pessoas de diferentes culturas.

Em um comunicado da Igreja Católica, o Papa Francisco disse que a web oferece "imensas possibilidades" para que diferentes pontos de vista sejam lidos ou ouvidos, incluindo o daqueles que se opõem à questão da própria Igreja. Ele apenas esclareceu que a obsessão das pessoas por bate-papos online nunca deveria ser usada em detrimento de conversas diretas, cara-a-cara com vizinhos, parentes e amigos.