Mercadão de SP recebe internet Wi-Fi grátis nesta quinta-feira

Por Redação | 06 de Fevereiro de 2014 às 13h50
photo_camera Divulgação

O Projeto Praças Digitais continua se expandindo pela cidade de São Paulo. Agora, chegou a vez do Mercado Municipal, no Centro, receber suporte à internet Wi-Fi gratuita a partir desta quinta-feira (6). De acordo com o G1, o plano foi anunciado às 11h pelo prefeito Fernando Haddad no próprio Mercadão, o terceiro ponto turístico da capital a oferecer internet gratuita sem fio.

Há menos de duas semanas, o projeto foi lançado Páteo do Collegio, na região central, e na Praça Dilva Gomes Martins, na zona leste, onde cerca de 100 pessoas poderão utilizar as conexões simultaneamente. Os próximos locais que vão receber o Wi-Fi grátis são o vão livre do Museu de Arte Moderna de São Paulo (MASP) e as praças Benedito Calixto (Pinheiros), na zona oeste, Fortunato da Silveira (São Miguel Paulista), na zona leste, e João Tadeu Priolli (Campo Limpo), na zona sul.

No total, serão 120 pontos de conexão sem fio à internet espalhados por todo o município paulista, sendo 36 na zona leste, 28 na zona sul, 23 no centro, 18 na zona norte e 15 na zona oeste – cada ponto custa aproximadamente R$ 6,4 mil por mês aos cofres do governo. Entre os locais mais conhecidos estão o Parque Dom Pedro II, a Praça da Sé, o Parque da Independência e a Praça Silvio Romero.

PECHINCHAS, CUPONS, COISAS GRÁTIS? Participe do nosso GRUPO DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O objetivo do projeto é aumentar a ocupação dos espaços públicos em São Paulo, além de ampliar o acesso à internet pela população e ajudar no desenvolvimento de novas ações culturais. Ao todo, mais de 11 mil pessoas poderão utilizar o serviço ao mesmo tempo.

De acordo com a prefeitura, o acesso pode ser realizado através de qualquer dispositivo eletrônico que ofereça suporte à rede Wi-Fi, incluindo tablets, smartphones, notebooks e ultrabooks. O uso é gratuito e o internauta não precisa fazer nenhum cadastro prévio para acessar o serviço, que possui velocidades de no mínimo 512 Kbps para download e upload de conteúdos.

Você pode visualizar todos os pontos que farão parte do projeto neste PDF.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.