Julian Assange vai concorrer a uma vaga no Senado australiano

Por Redação | 13 de Fevereiro de 2013 às 18h19

O polêmico Julian Assange irá concorrer ao cargo de senador nas próximas eleições federais da Austrália, pelo estado de Victoria. Ele é o principal candidato de um partido recém-formado, o WikiLeaks Party.

Conforme informações do site australiano The Age, a solicitação de candidatura de Julian Assange foi entregue ontem (12) à Comissão Eleitoral Australiana em Melbourne por simpatizantes do WikiLeaks, incluindo o pai de Assange, o arquiteto John Shipton, que tem se mostrado ativo na organização inicial do partido.

O partido conta inicialmente com 10 membros do Conselho Nacional e é composto por colaboradores próximos de Assange e ativistas pró-WikiLeaks. Uma das principais ideias do partido é promover a abertura e transparência no governo e nos negócios.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Assange deixou claro que, se for eleito e estiver incapaz de voltar para a Austrália para assumir uma cadeira no Senado, um candidato do partido WikiLeaks vai preencher a vaga. Algumas pesquisas realizadas no último ano mostraram que Assange poderia ser um candidato competitivo na corrida pelo Senado em Victoria.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.