Julian Assange vai concorrer a uma vaga no Senado australiano

Por Redação | 13 de Fevereiro de 2013 às 18h19

O polêmico Julian Assange irá concorrer ao cargo de senador nas próximas eleições federais da Austrália, pelo estado de Victoria. Ele é o principal candidato de um partido recém-formado, o WikiLeaks Party.

Conforme informações do site australiano The Age, a solicitação de candidatura de Julian Assange foi entregue ontem (12) à Comissão Eleitoral Australiana em Melbourne por simpatizantes do WikiLeaks, incluindo o pai de Assange, o arquiteto John Shipton, que tem se mostrado ativo na organização inicial do partido.

O partido conta inicialmente com 10 membros do Conselho Nacional e é composto por colaboradores próximos de Assange e ativistas pró-WikiLeaks. Uma das principais ideias do partido é promover a abertura e transparência no governo e nos negócios.

Assange deixou claro que, se for eleito e estiver incapaz de voltar para a Austrália para assumir uma cadeira no Senado, um candidato do partido WikiLeaks vai preencher a vaga. Algumas pesquisas realizadas no último ano mostraram que Assange poderia ser um candidato competitivo na corrida pelo Senado em Victoria.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.