Internautas seniores ganham destaque no Brasil, diz pesquisa

Por Redação | 14 de Janeiro de 2014 às 13h58
Blog Inclusão para Idosos

Ao contrário do que muitos podem pensar, os iternautas seniores, isto é, os "vovôs na internet" têm ganhado destaque no Brasil. Segundo pesquisa da F/Nazca Saatchi&Saatchi realizada em parceria com o Datafolha, a classe de usuários com mais de 55 anos representa 4,8 milhões dos acessos à internet.

O estudo, realizado com 2.362 pessoas, constatou que 28% dos entrevistados com idade entre 45 e 59 anos navega na internet. Quando se considera apenas os brasileiros com 60 anos ou mais, a porcentagem ainda é significativa: 12%.

De acordo com o levantamento, a faixa etária não é o principal entrave para o acesso à web, mas sim a classe social e a escolaridade. Ao filtrar o número de acessos de entrevistados com mais de 45 anos pelo grupo social, foi observado que, quando se trata de apenas brasileiros da classe A/B, 55% são internautas. Considerando os entrevistados com mais de 45 anos somente com ensino superior, a porcentagem é de 78%.

Assista Agora: Nunca mais contrate funcionários para sua empresa! Comece o ano em uma realidade completamente diferente!

Redes sociais e e-commerce

Quando se trata de redes sociais, porém, os "vovonautas" não representam massa significativa no acesso. Em contrapartida, 80% dos entrevistados com mais de 60 anos declararam acessar com mais frequência as ferramentas não sociais da web. O hábito chega a uma diferença de até 6 pontos percentuais em relação à média dos internautas brasileiros.

Já no quesito compras online, os resultados são diferentes. Segundo o estudo, 26% dos entrevistados com 55 anos ou mais realizaram compras pela internet nos últimos 12 meses, o que representa 2 pontos percentuais acima da média. Se considerarmos apenas o grupo de 60 anos ou mais, o número sobre para 29,5%.

Filtrando o consumidor digital pela classe social, é possível observar ainda que 30,5% dos usuários seniores de classe A/B têm o costume de fazer compras online. A porcentagem chega a 6,5 pontos acima da média geral dos internautas.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.