Incêndio em Santa Maria: tragédia com mais de 230 mortos mobiliza a internet

Por Redação | 28 de Janeiro de 2013 às 11h13

Milhares de pessoas acordaram no domingo (27) com a triste notícia de um incêndio de grandes proporções na boate Kiss, em Santa Maria, Rio Grande do Sul, que vitimou mais de 230 jovens universitários. O país inteiro e a imprensa mundial repercutiram os acontecidos da madrugada de ontem (27) em sites e redes sociais, todos demonstrando choque e muita tristeza.

O Twitter foi a rede social mais utilizada por todos para enviarem pensamentos positivos às famílias das vítimas e também para solicitar doações aos hospitais locais e da região. O tópico mais tuitado ao longo do dia, chegando à liderança nos Trending Topics mundiais, foi o #ForçaSantaMaria, e além dos brasileiros usuários do microblog, a cantora norte-americana Lady Gaga - com mais de 33 milhões de seguidores no Twitter - também enviou sua mensagem de paz e conforto para as famílias, usando a hashtag #prayforsantamaria (reze por Santa Maria, em tradução livre).

Em contrapartida, a tragédia motivou o início de uma nova discussão regionalista entre moradores do Nordeste e Sul do Brasil no Twitter. No último sábado (26), a hashtag #chupanordeste se tornou um dos tópicos mais discutidos na rede com mensagens ofensivas e piadas sobre o longo período de seca que os estados do Nordeste estão enfrentando. Já no domingo (27), o episódio em Santa Maria foi o motivo para outros usuários ofenderem as pessoas do Sul do país que propagaram mensagens difamatórias sobre os nordestinos na rede social, sob a hashtag #chupasul.

Outro serviço na web que teve muita movimentação após a tragédia na cidade do Rio Grande do Sul foi o YouTube. O serviço de compartilhamento de vídeos recebeu 2 mil uploads de imagens relacionadas ao incêndio na casa Kiss, a maioria dos vídeos gravada com câmeras de celular ou portáteis por jovens que conseguiram sobreviver, moradores que registraram a ação da polícia, do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil durante o resgate das vítimas.

Incêndio em Santa Maria

Imagem: Veja

No Facebook, as mensagens de luto e indignação pelo ocorrido também estiveram presentes em muitas páginas e perfis de usuários. Pessoas que costumam frequentar a boate Kiss e que naquele dia não foram até o local relataram seus sentimentos nas redes sociais, como é o caso de Soraya Scariot, que escreveu "obrigada a todos que me telefonaram e mandaram mensagens perguntando se eu estava na boate Kiss. Felizmente eu não estava, mas fico triste de saber que muitos amigos e conhecidos partiram antes da hora. Agora é ter fé e força!".

A imprensa mundial repercutiu a tragédia, considerada a segunda maior causada por incêndio no Brasil, em suas páginas. A agência Reuters foi a primeira a divulgar, internacionalmente, informações sobre o acidente após seis horas do início do fogo, ou às 9 horas (horário de Brasília). "Vários morrem em incêndio em boate", foi a manchete do The New York Times neste domingo (27), e junto com o Times outros veículos como o francês Le Point, a TV Al Jazeera, a rede britânica BBC, CNN, o russo Pravda e muitos outros também noticiaram o incêndio.

E entre os relatos mais emocionantes da tragédia está o dos bombeiros que após encontrarem os corpos das vítimas, notaram que seus telefones celulares não paravam de tocar com as ligações de pais e mães desesperados atrás de notícias de seus filhos e com esperança de que eles atendessem aos telefonemas.

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul afirmou que os aparelhos encontrados com as vítimas e com os sobreviventes serão fundamentais para a investigação e também para encontrar a causa do início do incêndio. As autoridades solicitarão às famílias e aos sobreviventes seus aparelhos para averiguar o horário do início do incêndio, quando as pessoas começaram a se aglomerar na saída da boate Kiss e para ver se houve procedimento ilegal por parte dos seguranças - muitos jovens alegam que os seguranças não deixavam ninguém sair antes de pagar a comanda, mesmo com o fogo se alastrando pelo local.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!