Hologramas e pornô 3D farão parte do futuro da internet

Por Redação | 15 de Outubro de 2014 às 09h10

Você já imaginou como a internet seria com uma conexão de um gigabit por segundo disponível para os internautas? É muito provável que a qualidade e diversidade dos serviços online melhorariam de uma maneira estrondosa. Para saber justamente o que aconteceria caso uma transmissão de dados deste porte fosse suportada nos Estados Unidos, sendo que isso pode ser uma realidade dentro de dez anos, a Pew Research Center realizou uma pesquisa.

O estudo em questão entrevistou cerca de 1,4 mil especialistas em internet e chegou a uma conclusão um tanto quanto interessante. Quando a conexão de um gigabit por segundo estiver disponível, a tendência é a de que os internautas usufruam de algo definido como “telepresença vivida”, em tradução livre. Em outras palavras, esse termo trata de novos serviços de colaboração, games imersivos, hologramas e até mesmo pornografia em três dimensões.

Mudando o mundo...

Esse novo tipo de ambiente digital também teria um impacto muito forte e significativo na sociedade atual. De acordo com o diretor da Pew, Lee Rainie, “isso vai mudar a ideia de estar junto e o que a comunidade pode ser”. Por conta disso, as interações humanas vão acontecer de uma forma totalmente nova, justamente porque as interações online vão parecer mais reais do que atualmente.

Assista Agora: Gestor, descubra os 5 problemas que suas concorrentes certamente terão em 2019. Comece 2019 em uma nova realidade.

futuro da internet

Até mesmo a pornografia vai mudar muito - e pode ser que para melhor.

Devido a essa mudança de comportamento, muitas pessoas começarão a ter a opinião de que as relações digitais são melhores do que as reais – algo que pode gerar uma massa de indivíduos trancados em suas casas, mas é lógico que isso é apenas uma suposição. Sendo assim, praticamente todos os serviços serão imersivos, fazendo com que o Skype e outras ferramentas atuais pareçam com rascunhos primitivos do que está por vir.

No entanto, Lee e outros especialistas não têm como adivinhar quais aplicativos surgirão. A única coisa certa sobre essa situação é a de que uma internet super-rápida vai abrir as portas e criar necessidades para que essas novidades cheguem ao público e sejam largamente utilizadas.

Diferença na saúde

Uma das grandes áreas que deve ser beneficiada com um serviço de internet tão evoluído é a saúde. Isso porque esse tipo de velocidade permite que aparelhos façam medições e mandem dados de maneira bastante ágil, permitindo que tratamento e doenças sejam analisados em questão de segundos e de modo remoto. Com isso, um idoso que se recusa a aceitar tratamento poderia se “escaneado” pelo próprio filho e em casa.

Esse tipo de cenário simplesmente facilita e agiliza o trabalho dos profissionais da saúde. Apesar disso, a pesquisa também aponta que boa parte das pessoas vai continuar a usar a internet para conversar com outras pessoas ou comprar produtos – assim como já fazemos nos dias de hoje, mudando apenas a maneira como esses objetivos são alcançados e atraindo uma quantidade ainda maior de pessoas.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.