Google revela relatório de transparência sobre buscas

Google revela relatório de transparência sobre buscas

Por André Fogaça | 25 de Maio de 2012 às 17h16

De tempos em tempos, o Google libera um documento que lista todas as atividades que fez. O que sempre chama atenção são os pedidos de remoção de resultados por algum problema. No ano passado foram 8 mil detentores de direitos autorais que solicitaram a remoção de algo do buscador.

Steve Ballmer (Foto: Época Negócios)

Steve Ballmer (Foto: Época Negócios)

O mais curioso é que a Microsoft é a empresa que mais solicitou a eliminação de alguns termos, principalmente aos que levavam a jogos piratas do Xbox em sites de torrents e downloads ilegais. O número de pedidos que apenas a Microsoft fez, em um período de 30 dias, foi de 550 mil dentro de 9 mil sites diferentes.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

No total, foram 2.554.475 resultados removidos dentro de 23 mil domínios. Tudo ok no lado do Google, mas o site gringo TechDirt levantou que os mesmos resultados estavam presentes no Bing, buscador da Microsoft. Pois é, resultados ilegais sobre produtos da Microsoft em um buscador da Microsoft não é problema, mas a coisa esquenta quando aparece no Google. Estranho, não?

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.