Google remove 200 milhões de links de downloads ilegais de suas buscas

Por Redação | 26 de Novembro de 2013 às 12h15

O ano nem acabou e o Google já removeu 200 milhões de links de downloads ilegais de suas buscas, segundo o TorrentFreak.

Em 2012, o número de solicitações para a retirada destes links ultrapassou os 50 milhões. Neste ano, a expectativa é que o Google remova 250 milhões de endereços da sua indexação, se continuar nesse ritmo.

Um dos grandes motivos para essa retirada são as associações de direitos autoriais, como as estadunidenses RIAA e BIP. Só neste ano, as duas solicitaram 12 milhões de pedidos de remoção cada. Elas representam as solicitantes mais ativas.

Em compensação, o site mais censurado foi o FilesTube, que teve mais de sete milhões de links removidos dos resultados.

Contudo, as associações não estão satisfeitas. Brad Buckles, vice-presidente executivo de anti-pirataria da RIAA, chegou a sugerir que o Google banisse domínios inteiros de sua indexação. "Todo dia se produz mais resultados e não há um fim à vista. Estamos usando um balde para lidar com um oceano de downloads ilegais", disse.

Em resposta, o Google lançou recentemente um relatório detalhando as medidas anti-piratas que utiliza. Mesmo assim, a gigante de buscas também frisou a importância das ofertas legais, já que sem elas, é impossível bater as cópias não autorizadas.

"A pirataria surge quando a demanda do consumidor não é atendida pela oferta legítima. Como têm mostrado serviços como Netflix, Spotify e iTunes, a melhor forma de combater a pirataria é com serviços melhores, mais conveninetes e legítimos", explicou.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.