Fundador do 4chan está deixando direção do site

Por Redação | 21 de Janeiro de 2015 às 18h01

A legião de anônimos da internet está prestes a perder uma liderança. O criador do 4chan, Christopher Poole, o Moot, anunciou que está deixando a direção do site que fundou quando tinha apenas 15 anos de idade, em 2003. O controle, agora, fica na mão de alguns voluntários e desenvolvedores originais do fórum anônimo, como administradores de servidores e moderadores gerais.

Ele se afasta, justamente, por ser o grande centro de tudo o que acontece por lá. Em comunicado oficial, ele afirma ter se tornado o maior “ponto de falha” do 4chan, por concentrar os poderes de administrador, conhecimento institucional e, acima de tudo, tomador de decisões. É hora de delegar e entregar a gerência dos fóruns para sangue novo, que possa seguir adiante, mas com a proposta original.

Por enquanto, a ideia é se afastar completamente do site, para pensar em outras coisas e refletir sobre as decisões para o futuro. Apesar disso, esse não deve ser o fim da presença de Moot no 4chan, já que ele mesmo afirma o desejo de voltar algum dia, seja como um “administrador emérito” ou simplesmente como um anônimo, participando das discussões como qualquer outro usuário.

Com sua saída, ele também revelou alguns números impressionantes sobre o fórum anônimo. Até o fim de 2014, ou seja, em quase 11 anos de existência, foram 42 bilhões de pageviews e 1,8 bilhões de postagens. Hoje, a média é de cerca de 20 milhões de visitantes todos os meses, o que gera alto movimento e engajamento em um site no qual as postagens desaparecem depois de poucas horas, desaparecendo para sempre dos registros.

Foi justamente esse aspecto, ao lado das postagens anônimas, que fizeram com que o 4chan chamasse a atenção e, na mesma medida, causasse polêmica. Usuários do site já se envolveram em causas nobres, como os protestos virtuais dos Anonymous, mas também são reconhecidos como o espaço usado por hackers e especialistas para divulgar falhas de segurança, imagens vazadas ou organizar “ataques” a personas non-gratas na comunidade.

Apesar dos números impressionantes, porém, monetizar o 4chan nunca foi a intenção de Moot e os criadores originais da plataforma. A ideia, aqui, foi investir em um espaço público para discussões anônimas, e não criar um sistema que gerasse renda ou lucro para os envolvidos.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.