Financiamento coletivo quer liberar obras de Chopin em domínio público

Por Redação | 11 de Setembro de 2013 às 12h50

Um financiamento coletivo promovido via Kickstarter quer tornar livre o uso e a reprodução das obras de um dos mais importantes músicos eruditos de todos os tempos, Frederic Chopin.

Há três anos, o mesmo grupo de aficcionados por música conseguiu angariar US$ 70 mil para criar um acervo livre de obras de autores como Beethoven, Brahms, Mozart, Schubert e outros compositores de quilate. Agora o objetivo é mais simples - preservar indefinidamente, em forma digital e aberta, tudo que foi produzido por Chopin.

"Chopin morreu há 164 anos. Sua música está em domínio público, mas a maioria das pessoas a consome como se ela estivesse sob copyright, por meio de CDs, iTunes, YouTube (muitos deles de fato sob copyright). Achamos que Chopin merece mais que isso", dizem os idealizadores.

Assista Agora: Nunca mais contrate funcionários para sua empresa! Comece o ano em uma realidade completamente diferente!

A descrição do projeto mostra que, se ele conseguir angariar a quantia pedida, uma das medidas de preservação será liberar toda a música do autor de graça na internet, tanto em vídeos de 1080p quanto em arquivos de áudio de altíssima qualidade. Outra inteção do grupo é liberar toda a obra de Chopin de forma totalmente gratuita, possibilitando que ela seja livremente distribuída, comercializada e reapropriada.

Para isso, o grupo precisa juntar pelo menos US$ 75 mil no Kickstarter, em campanha que é corrente. Se você curtiu a ideia e gostaria de apoiar, confira a página oficial do projeto e escolha uma maneira de doar.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.