É oficial: YouTube lança o Music Key, serviço de streaming de músicas

Por Redação | 12.11.2014 às 17:31 - atualizado em 13.11.2014 às 00:39

Após muitos rumores, o YouTube finalmente confirmou que irá lançar um serviço de assinatura que permite aos usuários ouvir músicas e assistir vídeos livre de anúncios e em alta qualidade.

Segundo o The Verge, a plataforma passou meses em testes e revisões e chegará já na próxima semana em uma versão beta. A empresa batizou o programa de YouTube Music Key, que irá se comportar como uma espécie de Spotify ao estilo Google.

Christophe Muller, diretor de parcerias globais de música do YouTube, falou sobre a importância do serviço. "Os artistas e fãs fizeram do YouTube o maior serviço de música do mundo. Queremos continuar a fazer do YouTube o melhor lugar para artistas e fãs se conectarem", declarou.

O YouTube Music Key chega para aproveitar o status de maior serviço de streaming online do mundo, oferecendo conteúdo e recursos tanto para usuários pagos como gratuitos. A partir de hoje (12), o site começará a destacar uma variedade de opções para os usuários que querem ouvir música dentro do YouTube.

A opção dedicada exclusivamente ao mundo da música estará disponível também para Android e iOS. Assim como na web, será possível visualizar os "vídeos de músicas favoritas, listas de reprodução recomendadas e das tendências musicais do momento". Existem também as playlists que começam a ganhar maior destaque no novo serviço, visto que este recurso é mais agradável para que o usuário possa ouvir suas faixas prediletas. O YouTube também promete oferecer listas adequadas a cada usuário, além da possibilidade de ouvir álbuns completos em alta qualidade de som.

Da mesma maneira que outros programas de música, os usuários que não quiserem pagar pelo serviço poderão utilizá-lo desde que estejam dispostos a ouvir anúncios.

YouTube Music Key 1

O YouTube tem trabalhado para construir um serviço em torno do conteúdo já existente a fim de criar uma experiência mais valiosa e suficientemente interessante para que possa ser cobrada dos usuários. Em fevereiro, Susan Wojcicki, ex-chefe de comércio e anúncios do Google, assumiu o comando do site de vídeos - na época, vários executivos deixaram a empresa, incluindo Shiva Rajaraman, que agora faz parte da equipe do Spotify. Todas essas mudanças atrapalharam os planos do YouTube de lançar o serviço meses atrás.

Os acordos com as gravadoras também dificultaram o lançamento da plataforma. Segundo o Financial Times, somente agora o Google conseguiu fechar um acordo com a agência Merlin, que por sua vez se junta a outras gravadoras, como a Universal, Sony e Warner. Até aqui, a empresa já pagou mais de US$ 1 bilhão para artistas e selos com base em receitas de publicidade. A construção de novas ferramentas de suporte a anúncios deve ser o caminho mais lógico para que o YouTube também consiga lucrar além das assinaturas dos usuários.

Por enquanto, o YouTube Music Key é apenas para convidados, que poderão utilizar a versão beta e terão seis meses de acesso gratuito. Após este período, o serviço cobrará US$ 7,99 por mês. De início, o Music Key estará disponível nos Estados Unidos e em mais seis países europeus. Os usuários que utilizam o app Google Play Music verão o serviço integrado com o YouTube Music Key. Sendo assim, o internauta poderá assistir vídeos dentro do próprio aplicativo.

Fonte: http://www.theverge.com/2014/11/12/7201969/youtube-music-key-new-subscription-service