Dilma Bolada, a 'presidenta das redes sociais', ganha o Oscar da Internet

Por Rafael Romer | 09 de Abril de 2013 às 17h57

Na noite de ontem (8), em uma cerimônia em Nova York (EUA), o perfil Dilma Bolada recebeu o prêmio Shorty Awards, considerado o 'Oscar' da internet mundial e das redes sociais. "ACABO DE SABER QUE GANHEI O OSCAR DAS REDES SOCIAIS COMO MELHOR USUÁRIA DAS REDES SOCIAIS DO BRASIL! SAMBEI!", comemorou a personagem ontem no seu perfil no Twitter.

Premiado pelo segundo ano consecutivo, desta vez na categoria "Melhor Uso das Redes Sociais no Brasil", o perfil falso de Dilma Rousseff, criado pelo estudante carioca Jeferson Monteiro, de 23 anos, interpreta uma versão bem humorada e escrachada da presidente do Brasil. Só no Facebook já são mais de 260 mil fãs, e outros 99 mil seguidores no Twitter.

Outros brasileiros também foram premiados, como os youtubers PC Siqueira, considerado o melhor Videoblogger de 2012, e Cauê Moura, o maior YouTubeStar do ano. A lista de ganhadores pode ser vista no site do Shorty Awards.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O evento chegou à sua quinta edição neste ano, e entregou 41 prêmios. No juri deste ano estavam o CEO do Foursquare Dennis Crowley, o co-fundador da Apple Steve Wozniak, o ator Charlie Sheen, e o colunista do The New York Times David Pogue.

Muito engajados que somos, corremos atrás de uma audiência com a nossa presidenta da Internet. Confira a entrevista concedida pela #etapresidentamaravilhosa ao Canaltech!

Canaltech: Presidenta, você não foi ao evento de premiação. Por que?

Dilma Bolada: Querido, eu tenho um país para tomar conta... tenho mais o que fazer. Fui eleita para governar e não para viajar pra Nova York pra receber prêmio.

CT: Qual teria sido o discurso de agradecimento da senhora?

DB: Bom, agradeceria aos dilmetes, que sem eles isto não seria possível, agradeceria também a todos que torceram por mim e no fim do discurso sambaria no palco pra mostrar nossa soberania diante do mundo e ainda por cima na terra do Obama!

CT: O que esse tipo de conquista representa para o Brasil?

DB: Sem dúvida alguma é uma conquista relevante para o mercado de social media do Brasil. Afinal, euzinha demonstrei que ainda é possível inovar na web graças a uma boa ideia, um pouco de esforço e, sobretudo, compromisso com um conteúdo próprio para quem te acompanha. Isso é o essencial. E também demonstra como é bom vivermos num país livre e democrático onde é respeitada a liberdade de expressão.

CT: Vários prêmios foram dados ao país no Shorty. A senhora se sente orgulhosa de uma nação que exporta talentos na web?

DB: Sem dúvidas. O Brasil tem se mostrado cada vez mais forte nas redes sociais. Inclusive para comemorar, assinei o decreto cortando os impostos dos smartphones para que todos fiquem cada vez mais conectados!

CT: O Brasil saiu do Oscar (o de Hollywood) este ano sem nenhuma estatueta. Após vencer o Oscar da Internet, que tipo de conselho você daria para o cinema brasileiro?

DB: É o conselho diário que repito para eu mesma: 'Não basta ser linda, tem que ser competente.' Ou seja, queremos um bom cinema. Recurso tem, nunca teve tanto recurso pro audiovisual como no meu Governo, agora basta o mercado saber utilizá-los bem sem medo de ser feliz.

CT: Por fim, presidenta, o que a tucanada está achando do prêmio que a senhora trouxe para o Brasil? Deixa algum recado para eles?

DB: Mas é claro: a inveja da tucanada é o combustível do meu sucesso, gastam rios de dinheiro com social media, me criticam, mas, no final, quem ganha prêmio sou eu. Vou planejar o duplicamento das BRs no PAC3 para que os tucanos deitem de ódio. Afinal, sou linda, sou diva, sou Presidenta. SOU DILMA!!

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.