Corrupteca: a maior biblioteca digital especializada em corrupção do mundo

Por Redação | 01 de Novembro de 2012 às 17h43

O jornal O Estado de São Paulo anunciou hoje (01) uma parceria com a Universidade de São Paulo (USP) em prol de todos os cidadãos do país. O projeto, batizado de Corrupteca, é a maior biblioteca digital especializada em corrupção do mundo.

A Corrupteca conta com o apoio da Open Archives Initiative (OAI) entidade que se dedica a interligar conteúdos digitais do meio acadêmico. Os usuários terão acesso a todo o conteúdo sobre o tema corrupção que já foi publicado no Estadão desde 1875. O projeto também reúne trabalhos acadêmicos de 1.643 universidades e centros de pesquisas de 63 países.

As buscas podem ser feitas utilizando palavras-chave, como, por exemplo, lavagem de dinheiro. Uma ferramenta realmente interessante para ajudar a otimizar os resultados é a busca semântica. Ela consegue resgatar casos em que esta prática já acontecia, mesmo quando ainda tinha outro nome.

Por ser uma biblioteca especializada e focada apenas no assunto corrupção, a Corrupteca pode se tornar um instrumento de trabalho para estudantes, jornalistas, acadêmicos, operadores da Justiça, líderes sociais, representantes políticos e empreendedores.

E, acima de tudo, é uma forma de fazer as pessoas se familiarizarem com o assunto, de disseminar o conhecimento para ajudar na conscientização da população em relação à política.

Corrupteca
Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.