Conar proíbe veiculação de comerciais da NET e GVT a pedido da TIM

Por Redação | 30 de Janeiro de 2013 às 17h17

O Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) vetou nesta terça-feira (29) a veiculação de comerciais de planos de banda larga da NET e da GVT por apresentarem preços que não condizem com o valor real do serviço. A TIM foi a responsável pelo envio de representações contrárias às duas companhias. As informações são da coluna Radar Online da revista Veja.

A TIM alega que a NET está veiculando uma propaganda com uma promoção em que oferece internet banda larga de 10Mbps por R$ 29,80, mas que, na verdade, o preço correto pelo serviço seria de R$ 129,80 e a operadora de telefonia móvel também afirma que sua concorrente estaria descumprindo uma decisão do próprio Conar, do dia 11 de janeiro, que impede a veiculação desta oferta.

A GVT também é acusada de cometer o mesmo erro e informar valores diferentes aos consumidores. A TIM alega que a empresa estava veiculando um comercial com um pacote de internet banda larga por R$ 69,90, mas seu valor real seria de R$ 169,70.

Por enquanto, TIM e NET não se pronunciaram sobre a determinação do órgão regulador e a GVT afirmou que apresentou sua defesa, relatando que todas as informações sobre o plano e opções de pagamento para a escolha dos clientes estão presentes em seu comercial - a operadora também afirmou que aguarda a decisão final do Conar.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.