Carro da Dogecoin estreia na NASCAR

Por Redação | 05 de Maio de 2014 às 18h22

Uma cena inusitada aconteceu durante o Aaron’s 499, etapa tradicional da NASCAR Sprint Cup, uma das principais competições do automobilismo nos Estados Unidos. O carro de número 98, do piloto Josh Wise, apareceu com um dos patrocinadores mais inusitados a dar as caras na prova: a Dogecoin.

A criptomoeda era um dos destaques do veículo, que trazia o cachorro que serve como seu símbolo no capô e na parte traseira. A visão bastante engraçada, principalmente para quem está ligado no mundo do dinheiro virtual, se transformou em realidade por meio dos esforços de um grupo de usuários do Reddit.

De acordo com informações da própria NASCAR, patrocínio custou US$ 55 mil e contou com a ajuda de mais de 1.200 usuários do serviço. Um, em particular, se confundiu na conta e, em vez de doar dois milhões de Dogecoins – um valor equivalente a US$ 900 – acabou entregando vinte milhões de moedas virtuais à iniciativa, quase US$ 9 mil. Mesmo após perceber o erro, ele seguiu adiante e foi um dos principais responsáveis por transformar a ideia em realidade.

O Doge, porém, não pôde levar sua cara simpática para o pódio. Josh Wise ficou na 20ª posição e conseguiu completar a prova após escapar de alguns acidentes pelo percurso. O vencedor foi Denny Hamlin.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.