Brasil é o 72º país mais conectado do mundo

Por Redação | 16 de Agosto de 2012 às 10h25

Se você pensava que o Japão ou os Estados Unidos eram os países mais conectados do mundo, está enganado. Se pensou que, no Brasil, a cidade de São Paulo, capital, era uma das mais conectadas de nosso país, enganou-se de novo. O índice ITIC, da FGV, mensurou o acesso à internet, celulares e telefones e classificou cidades, estados e países em uma escala de 0 a 100.

De acordo com a pesquisa, os países mais conectados do mundo são:

  1. Suécia, com 95,8%
  2. Islândia, com 95,5%
  3. Singapura, com 95,5%
  4. Nova Zelândia, com 93,5%
  5. Holanda, com 92,5%

O Brasil aparece em 72º lugar, com 51,3%. E por falar em nosso país, o Distrito Federal é a unidade com maior índice ITC (87,5 - 100), liderando a lista. Em seguida, vem o estado de São Paulo (75 - 87,5), seguido dos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul (em escalas que variam de 62,5 a 75). As regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste são as menos favorecidas.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A avaliação da porcentagem de conexão nas capitais brasileiras também revelou uma surpresa. Veja o ranking:

  1. Florianópolis (77,1%)
  2. Vitória (76,6%)
  3. Curitiba (75,9%)
  4. Belo Horizonte (74%)
  5. Porto Alegre (72%)
  6. São Paulo (71,8%)

As cidades mais integradas no Brasil também foram estudadas. Segue o ranking:

  1. São Caetano do Sul, SP - 82,6%
  2. Santos, SP - 78,2%
  3. Florianópolis, SC - 77,1%
  4. Vitória, ES - 76,6%
  5. Niterói, RJ - 76%
  6. Curitiba, PR - 75,9 %

Se você é paulistano e ficou surpreso com os resultados, não se desiluda. A área paulistana de Moema é a mais conectada do país! Segue o ranking dos bairros de São Paulo:

  1. Moema, com 93%
  2. Jardim Paulista, com 92,3%
  3. Alto de Pinheiros, com 91,8%
  4. Itaim Bibi, com 90,6%
  5. Perdizes, com 90,3%
  6. Vila Mariana, com 90,2%.

Confira mais dados do estudo elaborado pelo Centro de Pesquisas Sociais da FGV em 2012.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.