Bitcoins ganham nova versão inspirada em Kanye West

Por Redação | 07.01.2014 às 11:30

Apesar das Bitcoins serem as grandes referências quando o assunto são as criptomoedas, elas não são as únicas representantes desse nicho. Existem também as Litecoins, Worldcoins, Tenebrix e, agora, as Coinye West, que, como dá para perceber, têm seu nome inspirado no rapper americano Kanye West.

Apesar da automática tendência a encarar tudo como uma grande brincadeira, os criadores da moeda garantem que ela é de verdade e tem lançamento marcado para o dia 11 de janeiro. A ideia de nomear o dinheiro virtual a partir de um artista renomado também tem um sentido, já que o objetivo da Coinye West é tornar a criptomoeda acessível para qualquer pessoa.

Apesar de estarem se popularizando mais a cada dia, as Bitcoins, por exemplo, são oriundas de um processo complicado de se entender e exigem máquinas poderosas para serem mineradas. As Coinye Wests, por outro lado, utilizam um algoritmo diferente, mais leve e fácil de rodar em qualquer computador caseiro. O software se chama Gold Digger – uma das músicas de maior sucesso do artista – e promete ser funcional com poucos cliques.

A identificação com o rapper também veio devido à sua versatilidade, espírito vanguardista e capacidade de prever tendências não apenas musicais, mas também em mercados como a moda, onde também atua. Os criadores da Coinye West, porém, não revelaram seus nomes reais ao site da revista PC World, afirmando que a moeda virtual é descentralizada e, apesar de fazer referência a um ídolo do rap, não deve possuir um controlador central.

E essa é, justamente, a maior marca das pessoas por trás da Coinye West. Quando entrevistados, eles deixaram bem claro que não se importam com o interesse cada vez maior dos governos e instituições bancárias sobre as Bitcoins nem sobre as críticas daqueles que tiram o mérito das moedas digitais. Por outro lado, também não falaram sobre uma possível bolha oriunda da criação de tanto criptodinheiro.