Ataque hacker interrompe funcionamento de carteira online de Dogecoins

Por Redação | 13.05.2014 às 13:54

Mais um pânico relacionado às criptomoedas teve início nesta segunda-feira (12) quando o Doge Vault inesperadamente interrompeu seus serviços. Uma das principais carteiras virtuais de Dogecoins, a plataforma teria sido comprometida por um ataque hacker realizado no dia 11 de maio. Há suspeitas de que o balanço financeiro de alguns usuários possa ter sido alterado.

Em resposta o ciberataque, o criador do serviço, Asad Haider, interrompeu imediatamente o funcionamento do Doge Vault e suspendeu por período indefinido todas as transações realizadas por lá. Em comunicado oficial, ele afirma que investigações sobre o que exatamente aconteceu já estão em andamento e têm como foco principal mensurar com precisão quais foram os efeitos dessa brecha de segurança.

Por enquanto, o responsável pelo serviço não falou em valores, mas a comunidade da Dogecoin especula que cerca de 121,6 milhões de moedas, o equivalente a US$ 55 mil, teriam sido perdidas. Além disso, todos os dados hospedados nos servidores do Vault também teriam sido destruídos, possivelmente como uma forma dos atacantes ocultarem seus rastros.

Apesar dos graves problemas, Haider já deixou claro que o Doge Vault não vai deixar de funcionar. Muito pelo contrário, a suspensão temporária das transações serve justamente para que a empresa possa aprender com o problema e trabalhar em seus sistemas de segurança para que problemas do tipo não voltem a ocorrer.

Além disso, o criador do site pediu que os usuários não transfiram fundos para nenhuma carteira de Dogecoins online, já que o problema pode ser generalizado, e prometeu dar mais atualizações sobre o assunto em até 48 horas. A recomendação é que os usuários da criptomoeda permaneçam com seu dinheiro apenas em carteiras desconectadas da rede.