Após ataques, uma das maiores casas de câmbio de Bitcoins fecha suas portas

Por Redação | 25 de Fevereiro de 2014 às 12h45

As Bitcoins sofreram mais um duro golpe nessa segunda-feira (24). De acordo com documentos vazados por um indivíduo ainda não identificado, um ataque hacker pode ter sido responsável pelo roubo de quase 750 mil moedas virtuais do MtGox, uma das maiores casas de câmbio virtual e responsável por milhares de transações todos os dias.

No momento em que essa reportagem é escrita, o site do MtGox está completamente fora do ar, exibindo apenas uma tela inteiramente branca e nenhum pronunciamento sobre o caso. O rombo seria de cerca de R$ 895 milhões, de acordo com a cotação da Bitcoin nesta terça-feira (25). Ainda há possibilidade da casa de câmbio enfrentar processos relacionados às perdas e ao custo de operação de cada uma dessas transações.

Segundo os documentos, o problema seria uma vulnerabilidade conhecida do sistema de Bitcoins e, inclusive, teria sido responsável por uma interrupção semelhante no funcionamento do MtGox no início do mês. A falha da vez, porém, teria passado despercebida por anos e, agora, seria a responsável pelo sumiço de milhões de moedas.

Por enquanto apenas um problema interno foi confirmado pelos responsáveis pelo serviço, que não responde às solicitações da imprensa nem de seus clientes. As mensagens publicadas pelo perfil da empresa no Twitter também foram deletadas, enquanto uma junta de investidores em Bitcoins liberou uma carta aberta conjunta solicitando uma resposta rápida do MtGox e alegando que a postura da empresa é uma “violação trágica da confiança de seus usuários”.

O caso, claro, motivou uma queda brusca na cotação das Bitcoins, que no momento opera em baixa de 11%, resultando em perdas de mais de US$ 1 bilhão. Com a continuidade dos problemas, a tendência é que o valor da cotação continue a cair.

Limpando a barra

Um aspecto, porém, levantou dúvidas sobre a veracidade do documento vazado. Segundo o texto, os responsáveis pelo MtGox já estariam pensando em um plano de contingência, que envolveria uma mudança de nome, para Gox.com, e uma possível venda a outras empresas. Para eles, isso seria suficiente para que o serviço renascesse como uma opção confiável novamente.

Para reparar o roubo das 750 mil Bitcoins, o MtGox espera o apoio da comunidade e de grandes investidores em moedas virtuais que estejam dispostos a ajudar a companhia e a reparar os danos. Especula-se que o fim da casa de câmbio virtual afetaria tanto esse segmento da economia que seus principais players e entusiastas fariam o possível para mantê-lo funcionando.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.