Adolescente demora três anos para gravar time-lapse com música do Queen

Por Redação | 07.01.2014 às 12:16
photo_camera Divulgação

Fazer planos para daqui três anos é uma tarefa cheia de dúvidas e incertezas. Mas o jovem Matt Perren parece ter bolado uma ideia inusitada em 2011 e que só agora ficou pronta: ele publicou no último domingo (5) um vídeo da música "Don't Stop Me Now", da banda britânica Queen, feito em time-lapse que demorou três anos para ser montado.

O recurso de time-lapse é uma técnica criada para acelerar a passagem do tempo. Normalmente são usadas fotos ou clipes curtos feitos em um mesmo local para mostrar a sucessão de acontecimentos naquele lugar – as produções mais populares são vídeos do amanhecer ao anoitecer, o movimento das nuvens, pôr do sol ou a abertura de uma flor, eventos que demoram horas e até dias para acontecer.

No caso de Matt, foram usadas 1.100 fotos para conseguir o efeito desejado. Nos últimos três anos, ele tirou uma fotografia todos os dias em que aparece com a boca em uma posição diferente e, assim, conseguir sincronizar os movimentos com a canção. O vídeo começa com um Matt Perren adolescente, de apenas 15 anos, até chegar aos 18 no final do clipe.

Apesar da sincronia labial não ser perfeita e da câmera não estar sempre posicionada no mesmo ponto, o vídeo consegue mostrar as mudanças físicas que o tempo pode causar em um ser humano ao longo de três anos. Matt ainda não revelou se a ideia era criar um projeto que levasse todo esse tempo ou se era apenas uma brincadeira de quando era mais jovem. Fato é que a gravação está fazendo sucesso e já já teve mais de 600 mil visualizações no YouTube.

Alguns time-lapses ganharam destaque na internet nos últimos anos. Um deles é a transformação de Christoph Rehage, que viajou mais de 4.600 km pela China e tirou uma foto segurando a câmera sempre na mesma posição para conseguir o efeito. Durante a experiência, o rapaz deixou de cortar o cabelo e a barba, o que torna o vídeo ainda mais legal.

Outro exemplo é este que mostra o crescimento de uma menina recém-nascida até os 13 anos de idade. As fotos não são tão sincronizadas mas, assim como no caso de Matt Perren, é interessante notar as principais mudanças físicas na evolução do ser humano.

Já os três vídeos a seguir mostram o quão bonito é o nosso planeta. São time-lapses feitos com imagens da Estação Espacial Internacional (ISS), que faz 16 voltas em torno da Terra todos os dias a uma velocidade de 27.700 quilômetros por hora. Quando as imagens são aceleradas, é possível notar as luzes das cidades nos continentes, raios de tempestades em alto mar e a incrível aurora boreal que cobre os polos.