Acusado, americano nega ser o responsável por vazar fotos de celebridades

Por Redação | 01.09.2014 às 18:16

Em um primeiro momento, a internet se juntou para acompanhar o vazamento, a ritmo de conta-gotas, de fotos íntimas de celebridades. Depois, internautars se uniram para localizar o responsável pela invasão aos sistemas do iCloud, da Apple, e revelar as imagens ao público. A investigação realizada por usuários do site Reddit chegou a um nome: Bryan Hamade, que nega as acusações.

O grupo chegou ao administrador de redes de 26 anos após a publicação de uma das imagens, uma screenshot de uma pasta com diversas das fotos. Nomes de redes exibidas ali levaram os detetives virtuais à Southern Digital Media, uma empresa de hospedagem localizada na cidade de Atlanta, nos EUA, e a Hamade.

Falando ao Daily Mail, ele negou todas as acusações e disse que nem saberia como invadir os sistemas da Apple. Hamade diz apenas ter republicado imagens passadas a ele por terceiros e que, por um descuido, deixou suas pastas e ícones de rede à mostra na captura de tela, o que levou muita gente a acreditar que ele seria o responsável pelos vazamentos.

O indivíduo que vem revelando as fotos na internet parece ser bastante arrojado e, inclusive, teria repassado as imagens para diversas pessoas antes de postá-las na internet, como forma de esconder seus dados. Além disso, ele estaria espalhando seus rastros por diversos fóruns anônimos da internet, de forma a dificultar ainda mais sua localização.

Uma investigação oficial, porém, já estaria em andamento por parte das autoridades americanas, o que teria, inclusive, assustado o responsável. Durante a tarde e a noite deste domingo (31), ele aparecia online com capturas de tela e prévias de uma série de imagens que ainda teria sob seu poder e exigia doações em Bitcoins para revelá-las. Agora, porém, tais mensagens parecem ter desaparecido e o fluxo de fotografias vazadas parece ter sido interrompido.

Enquanto isso, todos se voltam para Hamade, que diz estar sem dormir há 34 horas e extremamente preocupado com a possibilidade de tais acusações acabarem com sua vida. A revelação de seu nome e local de trabalho levou também ao vazamento de seus dados pessoais na internet, gerando ameças por email e telefone que envolvem até mesmo membros de sua família.

Ao BuzzFeed, ele disse estar profundamente arrependido por ter republicado algumas das imagens e disse não ter recebido um centavo por isso, ao contrário do que muitos afirmam. “Foi a coisa mais estúpida que já fiz e acho que isso vai acabar com a minha vida, já que é a principal notícia do dia”.

Não é a primeira vez que usuários do Reddit realizam ações do tipo. Durante o atentado com bomba na maratona de Boston, em 2013, uma investigação online que utilizava câmeras de segurança apontou um jovem desaparecido de 22 anos como o responsável pelo ataque. Ele era inocente e foi encontrado morto um dia depois de ser acusado, mas a polícia não sabe dizer ao certo se o assassinato tem a ver com a identificação errônea.

O Fappening, como está sendo chamado, envolveu o vazamento de mais de uma centena de fotos e vídeos íntimos de celebridades como Jennifer Lawrence, Kate Upton e Kirsten Dunst, entre outras. Os arquivos teriam sido obtidos após um ataque aos servidores do iCloud, que serve como backup na nuvem para usuários de produtos da Apple, como o iPhone e o iPad.