8 dicas para mandar bem no e-mail marketing

Por Douglas Ciriaco

O e-mail marketing é uma ferramenta muito útil utilizada por empresas de vários ramos como um dos meios de comunicação entre companhia e cliente. Hoje em dia, não é difícil disparar vários e-mails para uma lista e há inúmeras empresas especializadas no setor, mas, independentemente de como, é fato que algumas práticas precisam ser bem pensadas — tanto para não desperdiçar o potencial da ferramenta quanto para não incomodar o seu público.

Então, aqui vão algumas dicas que podem ajudar você a aprimorar o seu e-mail marketing de maneira simples e eficaz.

1. Direto ao ponto

Talvez a principal dica para uma campanha de e-mail marketing ser bem-sucedida seja esta: mantenha o foco. Optar por textos curtos, mas objetivos e que vão direto ao ponto é a melhor forma de se comunicar com o seu público. Condense informações e opte por tópicos autoexplicativos em vez de textos corridos extensos e lembre-se que o “panorama-geral” do e-mail precisa ser compreendido pelo leitor o mais rápido possível.

2. Use imagens com cuidado

Muitos serviços de e-mail bloqueiam o carregamento automático de imagens pelas mais diversas razões. Assim, se o seu cliente não reativou esta função ou mesmo ativou-a deliberadamente, ele terá problemas para receber o seu conteúdo se ele se basear apenas em imagens.

Além disso, e-mails em que nenhum texto carrega e as imagens ficam bloqueados podem passar a impressão de algo ilegítimo para os mais leigos, então é importante encontrar um equilíbrio entre escrita e imagens a fim de não sofrer com estes problemas.

3. Automatize quando puder

Criar campanhas automáticas pode ser uma saída muito inteligente para dar conta das necessidades do seu público de forma mais específica. Assim, você gasta menos tempo onde não é necessário e, de quebra, vai ao encontro daquilo que seus clientes procuram. Por fim, você pode investir os minutos e recursos poupados pela automatização na construção de relacionamento com o seu público.

4. Evite palavras típicas de spam

Saiba quais são as palavras proibidas, aquelas que normalmente são identificadas pelos serviços de e-mail como típicas de spam. O terror do e-mail marketing é ser confundido com um spam, então, evite ao máximo usar construções de frases que sugiram coisas mirabolantes além de termos como “gratuito”, “sem custos”, “ganhe dinheiro” e por aí vai.

Abusar de pontos de exclamação e de letra em caixa alta também é outra característica manjada dos spammers, então procure adotar um estilo de escrito que se distancie disso. Lógico que, dependendo do seu negócio, é impossível não usar algumas palavras associadas a spam, por isso o ideal é encontrar um equilíbrio e reduzir ao máximo a quantidade delas em seu e-mail marketing.

5. Teste os e-mails antes de enviá-los

Você montou tudo e ficou lindo: o layout, as imagens, o texto, os links, enfim, tudo. Depois de disparar para as suas listas, você percebeu um problema que não tinha visto antes e já começa a bater aquele desespero. Lógico que, caso isso aconteça, nem tudo está perdido — salvo se você por acaso colou links do seu concorrente no corpo do e-mail.

Você já deve ter ouvido falar que uma pessoa prevenida vale por duas, então é isto: previna-se. Antes de disparar suas mensagens, teste tudo para ver se está nos conformes. Torne essa prática constante e você provavelmente vai minimizar os problemas.

6. Adapte tudo para o mobile

O mundo digital está cada vez mais mobile, por isso este tópico é, mais do que uma dica, uma regra: adapte o seu conteúdo para os dispositivos móveis. Não adianta nada fazer um e-mail marketing lindo e informativo se ele fica todo truncado ao ser aberto em um smartphone.

7. Aposte nos botões de compartilhamento

Equipar o seu e-mail marketing com botões para compartilhamento de conteúdo em redes sociais é algo que custa pouco, pode manter o bom visual da mensagem e, ainda, resultar em um alcance ainda maior da sua proposta. Em um mundo integrado, esses pequenos detalhes podem ser cruciais para chegar a cada vez mais pessoas.

8. Segmentação e análise

A internet é uma ferramenta poderosa para a publicidade, afinal é uma das poucas que permite uma segmentação precisa dos públicos que você quer atingir. Assim, conhecer bem com quem você está lidando e trabalhar para que as informações alcancem seus públicos de forma específica é essencial para não perder tempo nem dinheiro no e-mail marketing.

Além de ficar de olho nos públicos aos quais você quer atingir, analisar de forma cuidadosa os resultados de suas campanhas também é essencial para não desperdiçar recursos. Tente usar gráficos e planilhas para tornar estas informações legíveis e não as deixe de lado na hora de elaborar novas campanhas.

E aí, gostou das dicas? Tem algumas outras regras que você segue e julga essenciais? Deixe a sua opinião aqui embaixo, nos comentários.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.