36 anos de notícias registradas em VHS agora fazem parte do Internet Archive

Por Redação | 12.05.2016 às 07:20

O Internet Archive é uma organização sem fins lucrativos dedicada a manter um arquivo de recursos multimídia que produzimos a fim de não deixar certos acontecimentos da história passarem batidos no futuro. Na ativa desde 1996, ele mantém cópias de websites dos primórdios da internet, bem como softwares, filmes, livros, gravações de rádio e vídeos antigos. E essa “biblioteca de Alexandria” dos tempos modernos ganhou uma enorme colaboração de 140 mil fitas gravadas por Marion Stokes, uma norte-americana que se preocupou em registrar o curso da história entre os anos de 1976 e 2012.

Input por Marion Stokes

Algumas das milhares de fitas gravadas por Marion Stokes ao longo de três décadas (Reprodução: Divulgação)

Após Stokes falecer em 2012, seu filho Michael Metelits decidiu reunir o tesouro de sua mãe e entregar ao Internet Archive os 36 anos de acontecimentos registrados em vídeo. Entre uma imensidão de notícias, foram gravados também programas de TV, entrevistas e personalidades em momentos que ficaram perdidos na história — ou ficariam, se não fosse a dedicação de Stokes. Ela decidiu começar o trabalho logo que a CNN lançou seu canal de notícias 24 horas, e o primeiro programa que o Internet Archive disponibilizou para download gratuito é o talk show Input, coproduzido por Stokes e seu então futuro marido. O programa foi veiculado nas manhãs de domingo na Filadélfia entre os anos de 1968 e 1971, e nele eram discutidos temas como política e questões sociais da época.

Trevor von Stein, arquivista do Internet Archive, foi responsável por digitalizar as fitas do Input, trabalho que durou cerca de seis semanas. “Encontrei algumas imagens nunca vistas de pessoas que se envolveram profundamente na história”, contou o profissional, que inicialmente não estava prestando muita atenção ao conteúdo das fitas, mas que acabou sendo cativado à medida que executava o trabalho. Uma das personalidades que participou do programa foi Maggie Kuhn, que fundou o movimento dos Panteras Negras, bem como Ron Dorfman, que protagonizou o primeiro casamento gay no estado de Illinois.

Ironicamente, Metelits disse que sua mãe nunca usou a internet. “Ela eventualmente adotou o telefone celular, mas ela nunca enviou um e-mail”, contou. Mas agora, é justamente na internet que todo o tesouro de Stokes será eternizado, realizando seu sonho inicial de registrar a história da maneira que ela aconteceu.

Fonte: The Kernel