Primeiro centro de IoT do Brasil é inaugurado pela Qualcomm

Por Jessica Pinheiro | 19 de Setembro de 2018 às 19h10
Cripto ID
Tudo sobre

Qualcomm

Saiba tudo sobre Qualcomm

Ver mais

A Qualcomm Technologies anunciou nesta terça-feira (18) a inauguração do IoT Reference Center, o primeiro Centro de Referência em Internet das Coisas no Brasil, que tem como objetivo contribuir para a inovação no país. O local está localizado dentro do Smart Campus da Facens (Faculdade de Engenharia, Tecnologia em Jogos Digitais e Arquitetura e Urbanismo de Sorocaba – SP).

O centro também conta com o apoio do CPqD em seu primeiro projeto-piloto, focado em aprimoramento de segurança pública, que pretende fazer o monitoramento de veículos usando visão computacional embarcada e redes wireless para IoT.

O vice-presidente sênior da Qualcomm Serviços de Telecomunicações Ltda. E o presidente da Qualcomm para a América Latina, Rafael Steinhauser, comenta que “a Internet das Coisas tem um enorme potencial no Brasil” e que, centro de referência de IoT será “uma plataforma de diálogo entre distintos atores ligados à tecnologia, como fabricantes, desenvolvedores e gestores públicos, e contribuirá para a capacitação de profissionais que estejam envolvidos em projetos e negócios de IoT”.

Já Sebastião Sahão Júnior, presidente do CPqD, afirma que “a Internet das Coisas impulsiona a economia brasileira com a adição de novas tecnologias que melhoram a qualidade de vida da população, em especial quando aplicadas ao ambiente urbano”.

Vale ainda apontar que, além de apoiar no desenvolvimento de soluções tecnológicas inovadoras, o Qualcomm IoT Reference Center também oferecerá treinamentos. Um dos primeiros projetos do centro, inclusive, é apresentar o conceito de cidades inteligentes e seus benefícios, voltados para gestores públicos interessados em IoT.

“A ideia é mobilizar a todos e capacitar mão de obra para trabalhar com a internet das coisas e outras tecnologias disruptivas. Temos em vista o Plano Nacional de IoT, que prevê que a aplicação de tecnologias de internet das coisas pode gerar um impacto econômico de US$ 50 bilhões a US$ 200 bilhões por ano até 2025, o que representa cerca de 10% do PIB do país”, diz José Palazzi, diretor de vendas da Qualcomm para América Latina.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.