Satya Nadella diz não ver Cortana como concorrente da Alexa e Google Assistant

Por Rafael Arbulu | 18 de Janeiro de 2019 às 18h35
Divulgação

A assistente virtual Cortana não deve ser vista como um produto concorrente de outros similares do setor de inteligência artificial. Ao menos, esta é a visão de Satya Nadella, CEO da Microsoft, que diz preferir, agora, enxergar o recurso do Windows como um serviço multiplataforma e integrado com outros sistemas, a fim de melhorar a vida do usuário de uma oferta da empresa.

“A Cortana precisa ser aquela ‘habilidade’ direcionada a qualquer pessoa que seja assinante do Microsoft 365”, ele disse, fazendo referência ao modelo de oferta de produtos por assinatura da Microsoft. “Você deveria ser capaz de usá-la com o Google Assistant, você deveria ser capaz de usá-la com a Alexa, assim como você pode usar nossos aplicativos dentro do Android ou iOS, então é assim que preferimos pensar sobre para onde ela vai a partir daqui”, completou.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Cortana não deve ser vista como concorrente de outros assistentes virtuais, segundo CEO da Microsoft, Satya Nadella: recurso da empresa já possui até integração com a Alexa, da Amazon

A recente mudança de departamento da Cortana reflete essa percepção: ao final de 2018, o recurso, que antes era parte da divisão de pesquisas em inteligência artificial (IA) da Microsoft, agora faz parte da área de “Experiências e Dispositivos”. Mais além, a Microsoft e a Amazon já promoveram, em parceria conjunta, a integração da Cortana com a Alexa. É fácil perceber que o CEO agora enxerga sua assistente virtual como um serviço — não um software — multiplataforma, acionável pelo usuário independente de qual sistema ele use.

Outras mudanças que apontam nesta direção são a integração da Cortana com o Xbox One e Skype (onde é possível até realizar chamadas com a assistente), e a reformulação de suas funções no Windows 10: hoje, no PC, você usa a Cortana dentro da busca interna do sistema operacional, mas Nadella já disse que busca separar os dois recursos e silenciar a Cortana durante a inicialização do Windows.

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.