Google abre o primeiro centro de pesquisa de IA da Ásia na China

Por Redação | 13 de Dezembro de 2017 às 12h51
Marketing Land
Tudo sobre

Google

A Alphabet, holding da Google, acaba de anunciar a criação de um centro de pesquisa de Inteligência Artificial na China. O objetivo da empresa é investir nos talentos locais, uma vez que os produtos norte-americanos são bloqueados no país asiático.

Em nota oficial, a Google revela que o centro de pesquisa é o primeiro da Ásia e deve abrigar uma pequena equipe de um escritório já existente no país.

Apesar de contar com regras rígidas sobre a presença de empresas estrangeiras em seu território, além de restrições de censura, a China disse apoiar projetos de pesquisa e desenvolvimento de Inteligência Artificial.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Bloqueio

Não são só as buscas pela plataforma da Google que são bloqueadas no país. Serviços de armazenamento em nuvem, lojas de aplicativos e e-mails estrangeiros também não são permitidos por lá.

A Google, no entanto, não tem a intenção de recuar, investindo cada vez mais em apresentar seus produtos no país. No início deste mês, o CEO Sundar Pichai compareceu a uma conferência organizada pela Administração do Ciberespaço da China (CAC), mas não citou a questão da acessibilidade ao mercado em relação ao potencial da IA.

O novo centro de pesquisa fará parte de uma lista de centros estrangeiros atuantes em Nova York, Toronto, Londres e Zurique.

Fonte: Gadgets 360

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.