Google tenta resolver problema de moradia de funcionários com casas modulares

Por Redação | 16 de Junho de 2017 às 13h26

Para lidar com o problema de moradia de seus funcionários, o Google decidiu adquirir 300 unidades de casas modulares. Isso porque a "crise habitacional" no Vale do Silício foi causada, em suma, pela supervalorização de imóveis da região, dificultando a vida das pessoas que trabalham na região, que acabam não conseguindo encontrar lugares para morar a preços acessíveis.

De acordo com o Wall Street Journal, o Google fechou negócio com a Factory OS, em investimento de aproximadamente US$ 30 milhões. A startup contratada é especializada na construção de casas modulares, que são conhecidas por apresentarem baixo custo e tempo de obra reduzido.

Este tipo de solução vem ganhando cada vez mais espaço na indústria da construção. Em vez de construirem uma unidade de casa ou apartamento desde o começo, as empresas de casas modulares utilizam partes pré-fabricadas dos imóveis, em seguida, encaminham elas para o local de construção, poupando tempo de montagem e despesas com materiais.

Os imóveis serão utilizados pelos funcionários do Google por curtos períodos de tempo e devem gerar para a companhia um lucro mensal de até US$ 700 por unidade.

Via: Wall Street Journal (WSJ)

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!