Executivo de 5G da Apple vai dirigir startup de conectividade

Por Felipe Demartini | 03 de Novembro de 2019 às 21h30
(Imagem: Reprodução/iDownloadBlog)
Tudo sobre

Apple

Saiba tudo sobre Apple

Ver mais

Ruben Caballero agora é mais um ex-Apple. O executivo responsável pelo desenvolvimento de modems 5G para os aparelhos da Maçã, agora, se juntou à startup Keyssa, mas sem deixar o mote da velocidade wireless de lado. A empresa incipiente tem uma ambição clara: livrar os smartphones, para sempre, de cabos para carregamento e, principalmente, transferência de dados.

Atuando como estrategista líder de wireless, Caballero trabalha em uma iniciativa que promete criar uma tecnologia sem fio que seja tão rápida quando os cabos na transmissão dos arquivos. Mais do que apenas aumentar a velocidade com que tudo acontece, a Keyssa vislumbra um universo de aparelhos mais resistentes, com até mesmo componentes internos dos dispositivos se comunicando de forma wireless uns com os outros.

O segredo está na criação de um chip de dados wireless, que faria a interface entre todas as partes envolvidas na transmissão dos dados. A tecnologia patenteada, inclusive, já deu as caras no mercado consumidor com o lançamento do LG V50. Entretanto, ali, ela ainda aparece de maneira limitada, servindo apenas para enviar dados para o display secundário do dispositivo. É uma prova de conceito e também uma aplicação da ideia no mundo real, mas ainda longe do ideal final da companhia.

Ruben Caballero ainda em seus tempos de Apple, quando gerenciava os projetos wireless da empresa. Ele mudou de casa, mas continua trabalhando com tecnologia sem fio (Imagem: AppleInsider)

Ao comentar a chegada em sua nova casa, o executivo disse estar diante de um desafio que, se vencido, atenderá às necessidades de todos os usuários de tecnologia. Para ele, não existe ninguém que não deseje o desaparecimento dos cabos da face da Terra, e é justamente em garantir isso que a startup está trabalhando. Claro, nada é tão simples assim, mas o experimento com o LG V50 já mostrou algumas possibilidades.

O processo, atualmente, envolve parcerias com investidores e, também, mais fabricantes de displays e sensores LIDAR. Além disso, a companhia recebeu um aporte financeiro de US$ 100 milhões para desenvolver sua tecnologia, com nomes como Foxconn, Intel e Samsung de olho no que está a caminho pelas mãos da Keyssa.

A contratação de Caballero chega para somar a esses esforços, já que, como todos sabem, é sempre interessante, para as companhias, contar com nomes ligados à Apple em seu quadro de funcionários. Principalmente depois de Tony Fadell, reconhecido por aí como o “pai do iPod” e outro ex-executivo da Maçã, ter embarcado financeiramente no barco da startup. Foi ele, inclusive, quem contratou o executivo de modems na empresa de Cupertino e, agora, pode ter participação também em sua chegada à Keyssa.

Caballero assume a nova empreitada após uma carreira de 14 anos na Apple, onde trabalhou na engenharia wireless de todos os modelos de iPhone, desde seu desenvolvimento inicial até os modelos lançados em 2019. Ele deixou a Maçã em abril deste ano e, desde então, seu destino era incerto.

Fonte: Reuters

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.