Dispositivo é capaz de recuperar 95% da capacidade de baterias velhas

Por Redação | 10 de Janeiro de 2018 às 17h44

Baterias de íon-lítio de aparelhos eletrônicos costumam ficar "viciadas" com o tempo, perdendo sua capacidade depois de alguns anos de uso. Isso porque esse tipo de bateria perde mesmo sua potência ao longo do tempo, e justamente por isso o iOS, da Apple, desacelera propositalmente a performance dos dispositivos quando a bateria já está prejudicada.

Mas um pesquisador de uma universidade de Singapura conseguiu criar um dispositivo que, segundo ele, é capaz de devolver até 95% da capacidade para baterias antigas, o que poderia resolver o problema de toda uma indústria, envolvendo desde smartphones, tablets e notebooks, até veículos.

Segundo o inventor, chamado Rachid Yazami, o dispositivo consegue o percentual de 95% de recuperação após 10 horas de ação, e pode ser usado novamente na mesma bateria recuperada quando for necessário. Caso sua criação seja comercializada, isso pode significar uma redução significativa na produção de baterias, o que seria ruim para os bolsos das fabricantes de componentes, mas ótimo para o meio-ambiente.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

E como a coisa funciona? De acordo com Yazami, a invenção é eficaz porque adiciona um terceiro eletrodo aos dois polos já presentes em cada bateria de íon-lítio. Esse terceiro eletrodo é responsável por drenar os íons de lítio residuais de um dos polos, removendo o conteúdo que evita que as células da bateria armazenem mais eletricidade. O pesquisador afirmou que já testou um protótipo obtendo sucesso.

A invenção de Yazami foi apresentada no International Battery Seminar, que aconteceu em 2017, e empresas como Apple, Samsung e Panasonic já teriam se interessado bastante pela novidade. Contudo, ainda não há previsão de quando (e se) a tecnologia será disponibilizada ao consumidor.

Fonte: BGR

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.