Apple investe US$ 10 milhões em nova técnica para obtenção de alumínio

Por Wagner Wakka | 10 de Maio de 2018 às 18h03
Divulgação
Tudo sobre

Apple

A Apple está investindo em um novo modelo de produção de alumínio no mundo. O metal é a principal matéria prima dos aparelhos da empresa. Para isso, a companhia anunciou nesta quinta-feira (10) o aporte de US$10 milhões em um empreendimento conjunto chamado Elysis, o qual vai buscar um novo método industrial para obtenção do metal de forma mais barata.

A Apple vai entrar em uma joint venture, isto é, um acordo de empreendimento conjunto, com a Alcoa e a Rio Tinto Aluminum, ambas do Canadá, para o desenvolvimento do novo método. Além da Apple, as empresas e os governos do Canadá e de Quebec vão investir US$ 144 na iniciativa. A expectativa é de que o processo seja desenvolvido até 2024 e esteja, até lá, comercialmente viável.

Há já um novo processo em estudo. Contudo, há o desafio de ser, além de rentável, também ecologicamente sustentável. Para isso, a Apple vai dar suporte técnico para que o processo seja focado em energia limpa. Atualmente, é preciso muita energia para obtenção do metal a partir da bauxita.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

"A Apple está comprometida com o avanço de tecnologias que são boas para o planeta e ajudam a protegê-lo para as próximas gerações", disse Tim Cook, CEO da Apple, em release oficial da empresa. “Estamos orgulhosos por fazer parte deste ambicioso novo projeto e esperamos poder usar um pouco de alumínio produzido sem emissões diretas de gases de efeito estufa na fabricação de nossos produtos”.

Atualmente, a patente já está em uso no centro técnico da Alcoa em Pittsburgh e deve levar mais US$ 30 milhões em investimentos para os Estados Unidos.

Fonte: Apple

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.