Ponte Rio-Niterói ganha Wi-Fi gratuito em toda sua extensão

Por Redação | 10 de Agosto de 2016 às 17h16

Um dos principais trechos rodoviários do Estado do Rio de Janeiro, a Ponte Rio-Niterói, ganhou conexão Wi-Fi gratuita em todo o trecho de 13,2 km. A estrada, administrada pela EcoPonte, do grupo EcoRodovias, já tinha previsão de lançar a infraestrutura, visto que a oferta é um dos compromissos previstos no contrato de concessão. A iniciativa, administrada e instalada pela Linktel, contou com os serviços de integração da 3S Networks.

"Prevemos a entrega de 512 kb de velocidade de conexão para cada usuário", disse Leonardo Moura, Coordenador de Infraestrutura do Grupo EcoRodovias. De acordo com ele, o desafio do projeto foi manter a conexão estável para o usuário em movimento. A questão foi resolvida com a tecnologia presente na controladora e nos access points instalados.

Junto com a configuração da controladora estão sendo instaladas 60 repetidoras de sinal wireless ao longo da ponto, para assegurar qualidade de serviço. "Os equipamentos já possuem configurações que forçam a transição do dispositivo móvel para a repetidora mais próxima, com sinal melhor", explica Wagner Pretel, Coordenador de Projeto da Linktel.

A 3S Networks ficou responsável pelo gerenciamento do projeto e pelo fornecimento de equipamentos e suporte técnico contínuo, garantindo que o serviço fosse de alta qualidade, concretizado no prazo de dez dias. "O desafio era enorme pois tínhamos um prazo muito agressivo para finalizar o projeto, mas ainda tínhamos que incluir no cronograma a entrega dos equipamentos e casar como as agendas dos engenheiros da 3S", disse Jonas Viana, gerente comercial da integradora.

Uma outra limitação técnica estava relacionada com a estrutura dos veículos, que pode prejudicar em até 15dB da potência do sinal Wi-Fi. "O projeto contou com equipamentos suficientes para superar este desafio", disse o executivo da Linktel. "Baseado na velocidade máxima permitida na via (80 km/h), acreditamos que a experiência do usuários será boa." Segundo Moura, da EcoRodovias, o projeto da Linktel e da 3S Networks já prevê locais com maior concentração de tráfego, como os pontos de ônibus na entrada da Ilha do Mocanguê e a praça de pedágio.

Via IPNews

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.