Google inaugura centro de computação na nuvem em São Paulo

Por Stephanie Kohn | 19 de Setembro de 2017 às 13h19
photo_camera Google

"Agora somos vizinhos e estamos ao seu lado". Foi com esta frase que Joe Kava, VP Global de Data Center do Google, anunciou a chegada do data center Google Cloud ao Brasil. Esta é a primeira locação da plataforma na América Latina e promete melhoria de 80% a 95% na latência para três países da região: Brasil, Chile e Argentina.

Além de mais agilidade no acesso aos dados armazenados, o lançamento da região de nuvem em São Paulo traz ainda a possibilidade de clientes brasileiros pagarem suas faturas em Reais. A conversão para a moeda local tem como objetivo atender às empresas brasileiras que tinham algum impedimento em comprar fora do país.

O Google não informou quanto a mudança pode trazer de redução nos custos, mas, segundo Fabio Andreotti, diretor de Google Cloud Platform para o Brasil, independente da cobrança em Real, o Google pratica preço 60% menor.

A infraestrutura da plataforma está espalhada em três zonas de São Paulo e oferece serviços de Storage, Networking, Big Data e Compute. Conforme explicou Fernando Teixeira, Head de Tecnologia do Google, os clientes podem combinar qualquer um dos serviços implantados em São Paulo com demais serviços do Google Cloud Platform em todo o mundo, como Prevenção de Perda de Dados, Cloud Spanner e BigQuery.

"Não estamos trazendo apenas a parte de storage [armazenamento] e billing [fatura], mas um conjunto completo de serviços para a região do Brasil. De infraestrutura, como subir máquinas e colocar bancos de dados, e conexão com outras regiões, que vão permitir aproveitar o processamento todo o grid da Google, como Machine Learning", comentou.

O Google pretende atender empresas de todos os portes e, de acorco com Fernando, clientes com demandas ilimitadas, seja de nuvem pública, privada, híbrida ou multicloud. As verticais com maior potencial de uso, no entanto, são varejistas e serviços financeiros. A companhia espera que a Google Cloud Platform cresça globalmente até três digítos (em porcentagem) este ano.

Com a inauguração em São Paulo, a plataforma de nuvem do Google integra 12 regiões, 36 zonas e mais de 100 pontos de presença. Para a construção da rede global, a empresa investiu nos últimos três anos cerca de US$ 30 bilhões. Hoje, a plataforma possui 100 mil quilômetros de cabos de fibra óptica que alimentam alguns dos centros de dados mais limpos do mundo.

"Criamos a maior infraestrutura de cloud do mundo usando Machine Learning para reduzir gasto de energia em 40%. O Greenpeace nos deu nota A pelas nossas infraestruturas e já neste ano seremos uma companhia 100% verde, tanto em data center quanto nos escritórios", comentou Kava.

O lançamento do Google Cloud no Brasil acontece com clientes como Dotz, Contabilizei, Movida, SulAmérica, Sascar, Jusbrasil, Uol Diveo, Easy Taxi e Movile.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.