Dicas e truques para limpeza de sua estrutura web

Por Colaborador externo

Por Lusine Khachatryan*

Fazer uma faxina pode estar um fora de moda, mas há motivos para os quais ainda vale a pena se prender a velhos hábitos. E isso vale não só para sua própria casa, mas também para sua estrutura web.

Sim, uma faxina é penosa e não tem nada de divertida, mas ainda é importante. Afinal, todo mundo sabe que, sem esforço, não há recompensa. E se você estiver cogitando algo assim para sua estrutura web, você também está, definitivamente, fazendo algo inteligente e que irá valer a pena em termos de melhor desempenho.

E já que você está determinado a seguir adiante com isso, considere algumas dicas e truques:

Use o plano correto

A faxina é mais profunda do que uma limpeza superficial. Para que ela seja efetiva, é aconselhável fazê-la em uma ordem apropriada, ou então você poderá terminá-la em um determinado canto da casa, tendo que andar sobre seu chão limpinho. Ao invés de seguir seu ímpeto de ir atrás das manchas mais aparentes e usar seus detergentes mais potentes, você pode querer recuar e pensar sobre o que gerou aquilo.

Mas vamos manter o foco no desempenho. Pergunte a qualquer administrador de sistema quais são os gargalos mais comuns sob esse aspecto e eles estarão mais propensos a apresentar uma lista, incluindo itens como CPU e memória de armazenamento. Mesmo que isso possa ser a origem da perda de desempenho, não deveria ser.

Em vez de apenas trocar o hardware – o que pode ser a melhor coisa a se fazer -, você pode ir além e checar os relatórios de desempenho mais uma vez, especialmente aqueles relacionados aos bancos de dados. Um grande leque de oportunidades vêm dos sites e aplicações web ligadas ao uso de banco de dados, mas isso também traz alguns problemas, inclusive de gerenciamento desses sistemas.

Todo mundo que já passou um tempo projetando consultas de SQL sabe que isso pode ser uma tarefa complicada, mas também algo que afeta drasticamente o desempenho do sistema. Consultas lentas podem ter diferentes causas. Você pode ter simplesmente gerado muitos dados de resposta. Como corrigir isso? Adicione mais filtros para que voltar a uma velocidade aceitável.

Mas qual é a solução para este problema? Ficar de olho nas suas consultas de SQL deve ser um pré-requisito, mas você certamente pode fazer um detalhamento manual a fim de identificar os potenciais pontos fracos, que podem ser vagos e consumir tempo. Então, por que não instalar um monitor que checa seu banco de dados automaticamente e gera alertas sobre possíveis falhas de desempenho?

Use as ferramentas certas

Um aspirador de pó é muito útil, mas ele não vai te ajudar tanto na hora de limpar os armários. Enquanto o monitoramento serve de grande ajuda na hora de limpar sua infraestrutura de web, você pode refletir sobre o tipo de tecnologia a implementar para essa finalidade ou simplesmente se afogar em uma tonelada de dados.

Alertas preventivos são algo para se ter em mente. Eles te permitem fazer configurações para determinar quando você vai querer recebê-los. Por exemplo, você pode optar em ser alertado depois de três falhas vindas de dois locais diferentes de monitoramento, ao invés de ser avisado a cada falha de menor importância.

A manutenção da perspectiva correta também é significativa quando se trata de pensar no futuro. Grande parte das informações que serão a base da sua infraestrutura web estarão em um banco de dados e, ao mesmo tempo que podem vir com uma variedade de oportunidades, também podem trazer algum risco até que seus servidores estejam subutilizados.

Encontre o momento certo para a limpeza

Uma faxina está relacionada ao timing correto. Se é no restante do ano ou no próximo verão, você quer estar em forma para a alta temporada.

A verdade é que infraestruturas de web são sistemas vivos que passam por diferentes níveis de aptidão. E de uma maneira que cabe aos administradores de sistemas desenvolver os músculos necessários para chegar ao fim das competições mais importantes.

Antes de trabalhar esses músculos, no entanto, você quer ter uma ideia de quanto peso pode suportar. Quando as empresas enfrentam picos de tráfego na web, elas precisam verificar os níveis de aptidão de seus sites com antecedência. Fazer um teste de carregamento é algo definitivo, mas descobrir quantos usuários seu site pode suportar é apenas metade da rotina que precisa ser aplicada.

Para os varejistas do e-commerce, é necessário verificar seus cenários mais críticos. Em outras palavras: eles precisam saber o que acontece quando os consumidores fazem, todos ao mesmo tempo, aquilo que gera receita. No fim das contas, é tudo relacionado à coleta de todas as receitas que você possivelmente poderia gerar. No entanto, isso não pode ser feito a qualquer momento. A ocasião precisa ser providenciada.

Felizmente, você sabe que aquele momento muito especial vai surgir de vez em quando e que dá para se preparar na hora certa. Porque quando você quiser submeter seu site a um teste, não é recomendável escolher o momento mais crítico, que vai consumir os recursos mais vitais da sua infraestrutura.

Esteja preparado para o inesperado

Finalmente, fazer uma faxina refere-se a livrar-se de toda a sujeira que não está aparente à primeira vista. Fazendo isso, você não fica restrito aos lugares mais fáceis. Às vezes, quando você movimenta alguns móveis ao seu redor, é possível ter surpresas bem desagradáveis.

De forma semelhante, na infraestrutura web, você pode descobrir coisas inesperadas. Por exemplo, uma checagem externa poderia revelar um erro de DNS e mostrar que seu site pode estar disponível apenas em uma rede interna. Ao fazer a limpeza, o essencial é estar pronto para lidar com quaisquer problemas que possam surgir.

Uma faxina refere-se também a rotina, ao timing e a estar preparado para o inesperado. Profissionais bem-sucedidos de TI e donos de negócios baseados no digital devem estar vigilantes quanto à execução de rotinas recorrentes, enquanto se esforçam para ir além disso, fazendo testes completos. A implementação dessas dicas e truques ajudará a ter a certeza de que eles estão preparados para entregar boas experiências ao usuário, sob quaisquer condições de tráfego.

*Lusine Khachatryan é Diretor de Operações e Tecnologia da Monitis

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.