CPqD quebra recorde de transmissão óptica e atinge 400 Gbps sem repetição

Por Redação | 03 de Julho de 2017 às 13h26

Mais uma vez, o CPqD quebrou seu próprio recorde em transmissão óptica coerente sem repetição. A tecnologia dispensa o uso de elementos ativos na rede para amplificar sinais. O novo recorde foi medido utilizando 24 canais ópticos, atingindo a taxa de 400 Gb por segundo e por canal, a uma distância de 444 km.

“No último recorde, utilizamos 16 canais ópticos de 400Gb/s na transmissão e a distância do enlace chegou a 403 quilômetros sem repetição”, contou Eduardo Rosa, gerente de Tecnologias Ópticas do CPqD. O executivo ressaltou também que o aumento da distância da transmissão sem o uso de equipamentos para amplificar os sinais é um fator importante na evolução desta tecnologia, uma vez que viabiliza a implantação de redes ópticas de comunicação em locais onde há difícil acesso para a instalação de uma infraestrutura convencional.

Segundo Andrea Chiuchiarelli, membro da equipe responsável pelo trabalho, a conquista se deu ao combinar o algoritmo de otimização do mapa de amplificação e os amplificadores ópticos com bombeio remoto, que são uma tecnologia desenvolvida no CPqD, com as soluções fornecidas por dois parceiros. “Um deles é a IPG Photonics, empresa que fabrica e vende lasers de alta potência para aplicações industriais e de telecom”, que “disponibilizou dois lasers Raman de alta potência”. O outro foi a Coming, que forneceu as fibras ópticas para o experimento.

O artigo mostrando como foi o trabalho conduzido pela equipe de Gerência de Tecnologias Ópticas do CPqD será apresentado na ECOC 2017 (European Conference on Optical Communication), que acontecerá na Suécia em setembro.

Fonte: Telesíntese

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.