Empresa está desenvolvendo projeto de 'carros voadores' em Israel

Por Redação | 01 de Julho de 2014 às 11h30

O grande volume de tráfego de carros e o congestionamento das grandes cidades continuam sendo um problema difícil de resolver em vários lugares do mundo. E com o aumento nas vendas de carros subindo consideravelmente ano após ano, essa questão provavelmente está longe de ser resolvida por completo. Apesar disso, Tel Aviv, em Israel, deverá ser uma das primeiras cidades a ser possível em breve ver veículos trafegando no ar por meio de pistas magnéticas. O campus da Israel Aerospace Industries (IAI) é o provável local para o início do experimento.

De acordo com informações da BBC, os testes e estudos iniciais para a viabilidade de construção de redes desse tipo estão sendo bem-sucedidos. A princípio, essa ideia pode ter uma adoção comercial para que empresas possam se beneficiar de um transporte mais rápido e de certa forma "exclusivo". Mas a ideia é levar o conceito para as massas, para que qualquer pessoa possa se beneficiar do novo sistema de transportes.

O projeto será capaz de fornecer aos passageiros um ambiente confortável e uma opção de trajeto sem problemas todos os dias. A skyTran é a empresa por trás desse projeto que quer desenvolver carros com espaço confortável para transportar até dois adultos e que serão suspensos por pistas magnéticas elevadas. Essa ideia pode provar ser um método de transporte alternativo bastante eficiente para aliviar as principais vias de tráfego das grandes cidades de todo o mundo.

É esperado que o sistema da skyTran esteja totalmente pronto para começar a ser instalado até o final do próximo ano, o que é uma previsão otimista. A ideia do "carro voador" é permitir que os passageiros possam reservar um veículo por meio de um aplicativo de smartphone. Espera-se que esses carros possuam velocidade máxima de 70 quilômetros por hora durante os testes, ainda que a velocidade possa aumentar para se tornar mais eficiente comercialmente.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.