Axon 7 e Axon 7 Mini, os tops de linha baratos da ZTE [Hands-on IFA 2016]

Por Igor Lopes | 06 de Setembro de 2016 às 11h11

A ZTE não é exatamente uma empresa conhecida no Brasil por brigar no segmento top de linha, mas, nos dias de hoje, até mesmo smartphones menos agressivos podem ser ótimas peças de engenharia e computação. A prova disso é o Axon 7, que foi lançado há cerca de 2 meses no mercado internacional com o valente objetivo de bater de frente com os pesos pesados Galaxy S7, iPhone 6s, LG G5 (o completo, não a versão capada brasileira) e similares, custando cerca de US$ 400 no mercado internacional.

Ele tem uma tela de 5,5 polegadas AMOLED com 2560 x 1440 pixels de resolução e um display curvo nas beiradas que se encaixa de forma suave com o corpo em metal. A traseira traz o sensor de digitais e uma câmera de 21 MP. Na frente, temos um sensor de 8 MP e duas caixas de som, uma no topo e outra na base do aparelho. Por dentro desse bichinho temos um processador Qualcomm Snapdragon 820 quad-core de 2.2 GHz, Android 6.0 e quase nada de bloatwares na interface pouco modificada da ZTE, uma ótima notícia. A bateria de 3.140 mAh tem quick charging, e 50% da carga pode ser recuperada em meia hora. Existem duas versões desse aparelho no mercado: uma com 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento interno, e outra de 128 GB de armazenamento e 6 GB de RAM. As duas opções ainda trazem slot para cartão microSD, permitindo mais 128 GB de armazenamento.

Um dos grandes diferenciais do Axon 7 é um chipset dedicado para o áudio, permitindo uma reprodução de maior qualidade das suas músicas. Os dois microfones embutidos também podem gravar som com qualidade mesmo a uma distância de 7 a 8 metros, ótimo para quem precisa gravar conversas e entrevistas como nós, jornalistas, ou quando você está usando a função viva voz para uma chamada.

Na IFA, a ZTE também está lançando uma versão menor do Axon 7, o Axon 7 Mini - e é no mínimo engraçado quando você chama de Mini um aparelho que tem tela de 5,2 polegadas. Mas as configurações, aqui, são mais modestas.

A tela cai para 1920 x 1080 pixels, a câmera traseira cai de 21 para 16 MP, o processador é o Snapdragon 617, armazenamento é de 32 GB e 2 GB de RAM. A bateria também diminui para 2.705 mAH, mas o preço também fica mais convidativo: US$ 300 dólares por aqui.

Ah se não fossem os impostos brasileiros, né... De qualquer forma, se você tiver oportunidade de comprar um aparelho fora, estão aí duas opções interessantes.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.