IFA 2013: será que as TVs 4K já valem a pena?

Por Igor Lopes | 09.09.2013 às 19:26

* De Berlim, Alemanha

Prepare o seu bolso: nos próximos meses, os fabricantes de televisores vão fazer de tudo para que você ache a sua recém-comprada TV HD um lixo, e invista em um novo modelo com a tecnologia 4K. É a realidade do mercado, né? Afinal, as empresas não podem parar de vender e a lei da obsolescência programada nunca pareceu tão atual nesse mercado que não para de evoluir. Já que o 3D não decolou, o negócio agora tem sido investir em mais pixels - mesmo que o olho humano não consiga identificar a diferença entre eles. Lógico, sempre tem os mais puristas que percebem as variações, mas a nossa opinião, pelo menos no momento (e que isso fique muito claro), é que o usuário comum ainda não precisa de uma TV 4K.

Assista ao nosso vídeo com os destaques das TVs 4K na IFA 2013:

A mesma coisa aconteceu quando lançaram as TVs HD. Naquela época, poucas eram as emissoras com conteúdo em alta definição. Hoje, sim, já faz sentido comprar uma TV HD porque existe conteúdo para isso. E todo mundo já entendeu e experimentou a diferença entre uma TV de tubo antiga e uma TV LCD ou LED mais nova. Esse mesmo caminho precisa, agora, ser percorrido pela tecnologia 4k e não é do dia pra noite que isso vai acontecer, claro. Aliás, o caminho do 4K é ainda mais difícil porque a diferença do HD para essa nova tecnologia não é tão óbvia quanto foi do SD para a alta definição.

Algumas fabricantes sacaram isso. A Philips, por exemplo, mostrou aqui na IFA alguns modelos de TV 4K que fazem o upscale da imagem HD para o Ultra HD, ou seja, conseguem dar mais qualidade a blu-rays, canais de TV HD e até DVDs. Mas é nas fotos, tiradas com câmeras que já têm dezenas de megapixels, que você consegue mesmo perceber a diferença na imagem hoje em dia. Mas você não quer gastar 4, 5 mil dólares em uma TV só para ver fotos atualmente, né? Já a LG tem seguido um outro caminho e está investindo na ideia de que a TV, hoje, faz parte da decoração da sua sala. Então, além da qualidade da tela, ela investe também no conceito de que o dispositivo pode ser um objeto de arte na sua casa. Assim como quadros em museus, as TVs agora oferecem molduras de vários estilos, dos mais clássicos aos mais ousados. Tem até essa aqui do Romero Britto, toda papagaiada, pra quem gosta...

Outro detalhe das TVs LG está relacionado ao áudio. Nessa tela aqui, as caixas de som podem ser movidas para a lateral e assim, o potente som de 310 Watts pode ser sentido ao máximo! Os novos aparelhos também já vêm preparados para o codificador H.265, que é o sucessor do H.264 já difundido por aí. Todas essas novas telas apresentam a tecnologia OLED, que é ainda melhor que a LED e a LCD, presente na casa da maioria dos brasileiros atualmente. Essa, sim, é uma evolução que faz sentido mais imediato para o mercado.

Uma outra mania das fabricantes é a de lançar TVs curvas, na tentativa de fazer com que você compre a ideia de que esses modelos têm um ângulo de visão mais amplo. Assim, segundo elas, todo mundo que sentar no sofá vai conseguir assistir as imagens sem interferência ou reflexo. De novo, isso é só para os mais puristas - os leigos não vão perceber diferença nenhuma na imagem, só vão reparar - isso se reparar - que a tela curva é legal e que nunca viram uma TV curva na vida. Várias marcas mostraram essas gigantes encurvadas. No discurso, o papo é de que a imagem fica maior. Mas quer saber a real no discurso do Canaltech? Besteira. É legal, é curioso ver uma tela curva, mas na prática não tem nada de mais. As vantagens aqui são outros fatores, como a tecnologia OLED, a resolução 4K a partir do momento que você tiver conteúdo para assistir nessa tela... mas a curvatura, realmente, parece mais um novo hype que vai cair por terra em breve. E a gente espera não queimar a língua na IFA de 2014.

É isso. A gente espera que você não tenha desanimado com nosso apanhadão de TVs na IFA, mas, para nós, a realidade é essa. No momento, fique com sua TV HD porque isso não vai fazer com que você seja menor que os outros. A sua HD vai te satisfazer muito bem no momento. Mas se você for do tipo que ainda tem uma TV de tubo, é bom tomar vergonha na cara e evoluir, né? Já passou da hora!