Snapdragon Wear 1100 é a nova aposta da Qualcomm para wearables

Por Redação | 31 de Maio de 2016 às 21h30
Tudo sobre

Qualcomm

O Canaltech está na Computex 2016, em Taiwan. O evento que ocorre na cidade de Taipei, capital da ilha asiática lar de empresas como Asus e HTC, é palco das principais novidades a serem lançadas para esse ano no mercado tecnológico. Hoje — na abertura da feira que continua até o próximo dia 4 — a Qualcomm apresentou os seus novos chips dedicados a equipamentos vestíveis, ou wearables, como smartwatches e pulseiras para o acompanhamento de atividades físicas.

Chamado de Snapdragon Wear 1100, o chip vem para complementar o já lançado 2100 da mesma linha mostrado ao público em fevereiro deste ano. Ao contrário dos modelos mais potentes, o 1100 tem como foco principal o baixo consumo de energia, e por isso deve ser utilizado em aparelhos mais simples, como pulseiras para a aferição de batimentos cardíacos.

Qualcomm Computex

Não muito populares aqui, os relógios infantis que são um sucesso no exterior contam até mesmo com botões de emergência (Imagem/Reprod.: Counselheal)

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Junto de um modem 4G embutido, o suporte a conexões Bluetooth 4.0 e Wi-Fi permitirá que o SoC integre sistemas de aplicativos mais simples baseados em Linux. A própria Qualcomm disse que um ótimo uso para seu novo chip seria embarcá-lo em aparelhos de rastreamento GPS, como as pulseiras e relógios inteligentes para a localização de crianças, que são muito comuns na Europa e Ásia.

A estreia da fabricante de semicondutores nesse mercado é um reflexo do crescimento exponencial das vendas de equipamentos vestíveis nos últimos anos: a International Data Corporation (IDC) revelou que só em 2015 as vendas subiram 171%, algo que a Qualcomm e suas concorrentes não podem mais ignorar. O 1100 já está disponível para as fabricantes em geral e deve dar as caras em algum gadget nos próximos meses.

Fonte: CNET

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.