Qualcomm troca executivos em meio a estratégia de redução de custos

Por Redação | 20 de Novembro de 2015 às 14h42
Tudo sobre

Qualcomm

A Qualcomm anunciou nesta quinta-feira (19) que Murthy Renduchintala, co-presidente dos negócios de processadores da empresa, está deixando a companhia. Cristiano Amon, outro co-diretor da unidade, foi promovido a ser o único presidente da unidade.

Em comunicado, o CEO da Qualcomm, Steve Mollenkopf, apontou que Amon é "a pessoa certa para liderar o QCT para uma nova era de expansão do negócio de semicondutores". Amon tem trabalhado na empresa desde 1995.

A mudança acontece em meio à iniciativa da empresa em reduzir custos. Além disso, o setor de chips da empresa tem sofrido pressão para apresentar resultados significativos ao mesmo tempo em que a empresa enfrenta dificuldades em trabalhar no mercado chinês devido a disputas legais com companhias da China.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Recentemente, a Qualcomm teve problemas legais na China tendo que desembolsar milhões de dólares para colocar fim a uma investigação de 14 meses. Neste caso, a justiça chinesa havia notificado a empresa de políticas de concessão de licenças anti-competitivas. A companhia também tem lidado com acusações de monopólio na União Europeia por trabalhar com preços abusivos com respeito a chips com modem 3G e por oferecer incentivos financeiros ilegais.

Em julho, a Qualcomm anunciou planos de cortar 15% de toda a sua força de trabalho, em uma tentativa de reduzir US$ 1,4 bilhão em custos anuais. A empresa também vendeu recentemente sua unidade de realidade aumentada, a Vuforia, e tem visto sua queda acentuada em seu negócio de displays.

Fonte: Re/code

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.