Qualcomm lança processador Snapdragon para PCs com Windows 10

Por Felipe Demartini | 05 de Junho de 2018 às 12h01
Tudo sobre

Qualcomm

A Qualcomm anunciou nesta terça-feira (05) o Snapdragon 850, sua nova série de SoCs dedicados exclusivamente para computadores com Windows 10. De acordo com a empresa, o foco das linhas anteriores permanece o mesmo, com incrementos, principalmente, no poder de processamento e na economia de bateria, garantindo alta autonomia, além de aplicações de conectividade.

De acordo com as informações, o equipamento é, na realidade, uma versão customizada do Snapdragon 845, chipset lançado no começo do ano e voltado para os setores superiores do mercado de celulares. O equipamento, é claro, recebeu mudanças para trabalhar com os computadores, principalmente aqueles de tamanho reduzido, mas que precisam ter todas as funcionalidades de uma máquina completa.

É o que a Microsoft e a Qualcomm chamam de Always On, Always Connected, uma linha de dispositivos que faz a ponte entre a portabilidade de um tablet e o poder de um computador convencional. Com isso, entram em jogo processadores ARM, chips integrados para conexão não apenas Wi-Fi, mas também 4G, e sistemas completos para otimização de áudio, vídeo e streaming.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

As promessas da Qualcomm para o Snapdragon 850 são ambiciosas. A fabricante promete um aumento de 30% no poder de processamento e 20% de incremento na autonomia em relação ao antecessor, o Snapdragon 835. Além disso, a velocidade de transmissão de dados também aumentou, enquanto sistemas de otimização garantem uma performance mais suave e veloz mesmo nas aplicações mais pesadas. Boa parte desses incrementos são fruto de um processo de produção de 10 nanômetros, semelhante ao usado na indústria mobile.

A Qualcomm promete que os primeiros computadores com Snapdragon 850 devem dar as caras a tempo da temporada de Natal deste ano. A companhia, inclusive, promete ter ainda mais parceiros nessa nova leva, com destaque para a Samsung, que se une a uma lista que também inclui Lenovo, Asus, HP, entre outras marcas.

A chegada de novos chips acompanha o lançamento de novas ferramentas para desenvolvimento, que chegam pelas mãos da Microsoft. O foco da dona do Windows 10 é a otimização e o poder, principalmente na transição de aplicações de 64-bit, disponíveis no marketplace do sistema operacional para os computadores da linha Always Connected, de forma a equiparar as experiências com as proporcionadas por computadores “convencionais”.

Além disso, é claro, a ideia é atender às críticas negativas, principalmente quanto à performance dessa linha de máquinas portáteis. As análises na imprensa apontaram para a lentidão, em relação a PCs comuns, e a dificuldade na utilização de diversos aplicativos simultaneamente, dois quesitos que são capazes de minar essa empreitada. A Microsoft e a Qualcomm, porém, parecem estar de olho nas críticas.

Fonte: Qualcomm

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.