Qualcomm e TDK criam empresa para fabricar componentes de comunicação sem fio

Por Redação | 13.01.2016 às 11:24

Duas gigantes da tecnologia anunciaram que estão juntas: a estadunidense Qualcomm se juntou à japonesa TDK para formar uma joint venture de US$ 3 bilhões de dólares. O objetivo da nova empresa é fornecer componentes-chave e módulos para conexões sem fio em dispositivos que se ligam à internet, como tablets, smartphones, drones e outros gadgets que se encaixam no conceito da Internet das Coisas.

A nova companhia vai se chamar RF360 Holdings, que terá 51% de suas ações com a Qualcomm Global Trading Pte Ltd enquanto os outros 49% ficam sob posse da EPCOS AG, uma subsidiária da TDK. “Além de criar a RF360 Holdings, Qualcomm e TDK vão expandir a colaboração em torno de campos estratégicos da tecnologia, incluindo sensores e carregamento sem fio”, informam as duas empresas em um comunicado divulgado à imprensa nesta quarta-feira (13).

Para entrar em vigor, o acordo ainda aguarda alguns trâmites legais, como a aprovação de agências regulatórias competentes. Espera-se que, com tudo correndo bem dentro dos prazos, a parceria comece a vigorar de fato no início de 2017. A principal intenção do acordo é oferecer às fabricantes recursos suficientes para dar conta da alta demanda de conexões que o mundo apresenta hoje e vai apresentar ainda mais no futuro.

De olho no presente e no futuro

“Como uma das indústrias globais mais ágeis e dinâmicas, as comunicações móveis apresentam demandas de todos os seus participantes”, informa o comunicado. “Smartphones atuais e do futuro, por exemplo, devem ter suporte para dezenas de bandas de frequência 2G, 3G e 4G LTE, enquanto oferecem conectividade sem fio para redes locais, navegação via satélite, Bluetooth e mais”, continua.

Além disso, a nova companhia pretende dar conta de demandas que vão além daquelas mais populares hoje, abrangendo também aquelas que se tornam cada vez mais populares em várias partes do mundo, como a Internet das Coisas e as casas e escritórios inteligentes e superconectados. Assim, a ideia é oferecer uma série de recursos e componentes a fim de permitir tecnologias em várias áreas da conexão sem fio.

Fonte: RF360 Holdings