Pesquisadores criam menor HD do mundo, 500 vezes mais potente que um normal

Por Redação | 19 de Julho de 2016 às 19h28

HDs externos (ou internos) são atualmente dispositivos muito necessários para o dia-a-dia. Com o amontoado de arquivos e conteúdos que é criado ou consumido ao longo dos dias, ter um bom espaço de armazenamento é cada vez menos um artigo extra, e não unicamente para os que são aficionados em tecnologia ou hardware. Quanto mais espaço tiver, melhor para guardar filmes, séries ou livros, por exemplo.

Pesquisadores do Instituto Kavli de Nanociência da Universidade Delft criaram o menor disco rígido do mundo usando um sistema em que cada bit é criado pelo posicionamento de um átomo de cloro. Ele pode ter atualmente este recorde de menor do mundo, mas isso também pode mudar rapidamente. Segundo um dos pesquisadores, usando este método é possível colocar toda a biblioteca do mundo em um dispositivo do tamanho de um selo postal.

Menor HD do mundo

De acordo com o estudo, liderado pelo pesquisador Sander Otte, esta forma permite que 500 TB sejam colocados em apenas uma polegada, o que em si significa quinhentas vezes mais do que um HD normal consegue armazenar. O que é determinante nesses casos é a posição em que o átomo se encontra. Para o experimento, os pesquisadores fizeram um reposicionamento de átomos por meio de escaneamento microscópico em túnel, ou STM, na sigla em inglês.

Estes átomos ficam posicionados em blocos, cada um com 64 bits, contendo um marcador, e são semelhantes ao formato de um QR code. Com o auxílio deste marcador, os pesquisadores sabem em qual lugar o bloco deve se encaixar. Existem duas posições possíveis: uma, acima de um furo, que representa "1", e outra, abaixo de um furo, representando "0".

Otte explica que "em sua forma atual, a memória pode funcionar apenas em condições de vácuo muito limpo e à temperatura de nitrogênio líquido, de modo que o armazenamento real de dados em escala atômica ainda está um pouco distante". No entanto, ele afirma que as conquistas registradas deixam cada vez mais perto que este tipo de armazenamento aconteça no futuro.

Fontes: EurekAlert, SlashGear

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.