Mulher pernambucana morre após receber descarga elétrica ao carregar o celular

Por Redação | 18 de Janeiro de 2018 às 16h40
photo_camera Reprodução

Gercica Bárbara da Trindade, 30 anos, moradora de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco, faleceu após receber descarga elétrica ao utilizar seu celular enquanto o mesmo estava conectado ao carregador. Segundo o que informou a Polícia Civil de Santa Cruz do Caparibe, a dona de casa havia conectado do carregador à rede elétrica através do uso de uma extensão e a descarga de energia foi severa a ponto de deixar graves queimaduras em suas mãos. Bárbara era solteira e deixa uma filha de apenas 11 anos de idade.

Em entrevista ao UOL, o delegado de polícia local, Júlio César, afirmou que, tanto a extensão utilizada quanto o carregador que emitiu o impulso elétrico, encontravam-se em más condições de uso: o carregador apresentava a parte superior da armação isolante quebrada, deixando a fiação exposta, enquanto a extensão continha um nó na base do fio. "A suspeita de que ela tenha sido eletrocutada existe porque o corpo tinha marcas nas mãos e estava ao lado do telefone, mas ela também tinha um problema de saúde que não podemos divulgar em respeito à família. Somente uma perícia poderá comprovar o caso. Ela já foi pedida e temos 30 dias para receber o resultado", disse o delegado.

Detalhes da fiação utilizada que pode ter permitido a descarga elétrica que matou Bárbara

Uma equipe do SAMU foi encaminhada à residência de Bárbara, no bairro São José, mas quando lá chegou a mulher já se encontrava sem vida e não respondeu às tentativas de reanimação. O corpo da falecida foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal de Caruaru.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.