Mulher pernambucana morre após receber descarga elétrica ao carregar o celular

Por Redação | 18 de Janeiro de 2018 às 16h40
Reprodução

Gercica Bárbara da Trindade, 30 anos, moradora de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco, faleceu após receber descarga elétrica ao utilizar seu celular enquanto o mesmo estava conectado ao carregador. Segundo o que informou a Polícia Civil de Santa Cruz do Caparibe, a dona de casa havia conectado do carregador à rede elétrica através do uso de uma extensão e a descarga de energia foi severa a ponto de deixar graves queimaduras em suas mãos. Bárbara era solteira e deixa uma filha de apenas 11 anos de idade.

Em entrevista ao UOL, o delegado de polícia local, Júlio César, afirmou que, tanto a extensão utilizada quanto o carregador que emitiu o impulso elétrico, encontravam-se em más condições de uso: o carregador apresentava a parte superior da armação isolante quebrada, deixando a fiação exposta, enquanto a extensão continha um nó na base do fio. "A suspeita de que ela tenha sido eletrocutada existe porque o corpo tinha marcas nas mãos e estava ao lado do telefone, mas ela também tinha um problema de saúde que não podemos divulgar em respeito à família. Somente uma perícia poderá comprovar o caso. Ela já foi pedida e temos 30 dias para receber o resultado", disse o delegado.

Detalhes da fiação utilizada que pode ter permitido a descarga elétrica que matou Bárbara

Uma equipe do SAMU foi encaminhada à residência de Bárbara, no bairro São José, mas quando lá chegou a mulher já se encontrava sem vida e não respondeu às tentativas de reanimação. O corpo da falecida foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal de Caruaru.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.