MediaTek está trabalhando em um chipset 5G para smartphones intermediários

Por Rafael Arbulu | 22 de Outubro de 2019 às 11h45
Tudo sobre

MediaTek

Saiba tudo sobre MediaTek

Ver mais

Smartphones 5G ainda possuem um fator que os afasta da adoção majoritária pelo público: o preço. Devido aos altos custos de produção de chipsets que ofereçam suporte à quinta geração de internet móvel, os aparelhos que trazem essa possibilidade acabam tornando-se mais caros e geralmente são topos de linha da maioria das fabricantes.

Em 2020, porém, isso deve mudar. Segundo informações do site GSMArena, a fabricante de processadores MediaTek está trabalhando em um novo chipset que tem custo de produção reduzido e é cerca de 25% menor do que os chips atuais do mercado.

A fabricante de SoC MediaTek deve lançar um chipset 5G mais barato até a metade de 2020, para abraçar smartphones intermediários com a quinta geração de conexão com a internet

Pelo site, o novo chip, que leva o codinome de “MT6873”, está sendo construído pelo processo de litografia de 7 nanômetros, um dos atuais padrões do mercado. Além disso, o modelo deve utilizar a mesma arquitetura do chipset MT6885, correspondente ao primeiro com suporte ao 5G lançado pela MediaTek.

A ideia é baratear a produção e reduzir o seu tamanho para que ele possa ser utilizado em smartphones de linha intermediária, aliando o preço reduzido de cada aparelho com a adoção às novas tecnologias de conexão.

Pelos relatos, o novo chipset da MediaTek deve entrar em produção em massa no segundo trimestre de 2020, contemplando os smartphones e dispositivos portáteis que serão lançados no trimestre seguinte.

O 5G é hoje relegado a aparelhos topo de linha, consequentemente mais caros e que impedem que a nova conexão tenha uma adoção em massa

A notícia vem pouco tempo depois da líder de mercado Qualcomm anunciar que vai levar a conectividade 5G à linha de processadores Snapdragon 700 e 600, também voltada a aparelhos intermediários.

Se ambas as situações se confirmarem, o ano de 2020 pode marcar o início da adoção massificada do 5G no mercado global.

Fonte: GSMArena

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.