Conheça o Kirin 960, novo chipset octa-core da Huawei

Por Redação | 19.10.2016 às 10:13

Assim como a Apple, a Huawei é uma das únicas fabricantes de smartphones que produz seus próprios processadores. E seu mais novo lançamento, Kirin 960, tem tudo para ser um dos chipsets mais poderosos do mercado.

Em uma conferência de imprensa realizada nesta quarta-feira, 19, em Xangai, na China, a Huawei testou o poder de um dispositivo com o Kirin 960, em comparação a um iPhone 7 Plus e a um Samsung Galaxy Note 7. O resultado mostrou que, dos 14 aplicativos mais comuns na China, 13 deles foram baixados mais rápido usando seu novo chipset, em oposição aos smartphones concorrentes.

O Kirin 960 oferece um processador de oito núcleos em 16 nanômetros. Isso tudo na mais alta tecnologia da ARM. Quatro deles possuem a arquitetura ARM Cortex-A73, jamais utilizada em um telefone. A fim de equilibrar o uso e economizar energia da bateria, os núcleos ARM Cortex-A53, focados em eficiência, também estão presentes nos outros quatro núcleos.

Os suportes incluem UFS 2.1, tecnologia de armazenamento, e memória LPDDR4. Isto significa que há dois gêneros distintos de velocidades no modelo, o primeiro dizendo respeito à leitura e gravação de arquivos salvos pelo próprio usuário, enquanto o segundo trata de informações temporárias que precisam ser administradas pelo sistema operacional.

Talvez o que mais chame a atenção no Huawei Kirin 960 seja a sua placa gráfica. Chamada de ARM Mali-G71, ela é considerada a mais veloz e confiável de todo o mercado de telefonia móvel. Compatível com a Vulkan e OpenGL ES 3.2, a GPU é quase duas vezes melhor do que a do Samsung Galaxy S7, Mali-T880 MP12.

Por meio da nova arquitetura da ARM, Bifrost, conteúdos em 4K e experiências de realidade aumentada não serão dificuldades para os telefones que usarem o chipset. Também feita em 16 nanômetros, ela promove uma taxa de transferência de 27.2Gpix/s (gigapixel por segundo), dobrando o número da Mali-T880.

Embora a Huawei não tenha anunciado oficialmente quaisquer novos smartphones com o processador, é esperado que o primeiro dispositivo a vir equipado com o Kirin 960 seja o Mate 9, que deve ser anunciado em um evento no dia 3 de novembro, em Munique, na Alemanha.

Fonte: CNet